«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




domingo, 21 de outubro de 2012

MANUEL ANTÓNIO PINA um amigo e uma voz íntegra que partiu!

Algumas Coisas






A morte e a vida morrem 

e sob a sua eternidade fica 
só a memória do esquecimento de tudo; 
também o silêncio de aquele que fala se calará. 

Quem fala de estas 
coisas e de falar de elas 
foge para o puro esquecimento 
fora da cabeça e de si. 

O que existe falta 
sob a eternidade; 
saber é esquecer, e 
esta é a sabedoria e o esquecimento. 

Manuel António Pina, in "Aquele que Quer Morrer"

4 comentários:

Pedrasnuas disse...

O título diz imenso "A morte e a vida morrem" _ Dá que pensar em profundidade no assunto...Não conhecia o poeta...para mim também existem outras formas de morrer...Beijinhos

manuel marques Arroz disse...

Bonita homenagem.

O meu abraço solidário.

Beijo.

Socorro Melo disse...

Olá, Manu!

A morte e a vida morrem... Só resta o esquecimento... Essa é a sabedoria...
A voz cala, mas, os versos do poeta ecoarão, trazendo sua lembrança sempre que cantados... Esquecimento? O poeta nunca é esquecido.

Grande abraço
Socorro Melo

Lilá(s) disse...

Foi uma perda tão grande!
Bjs