«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




quarta-feira, 11 de setembro de 2013

11 DE SETEMBRO

Hoje é incontornável não referir dois acontecimentos, que abalaram o mundo:
-11 de Setembro de 1973, morre o presidente eleito do Chile Salvador Allende durante o bombardeamento do Palácio de La Moneda, que foi o início do golpe militar que levou ao poder o ditador Pinochet.



-11 de Setembro de 2001 - Ataque terrorista às torres gémeas do World Trade Center de Nova Iorque e ao Pentágono em Washington, provocando cerca de 3000 mortes.




Salvador Allende Gossens (Valparaíso, 26 de Junho de 1908 — Santiago do Chile, 11 de Setembro de 1973) médico e político marxista chileno. Fundador do Partido Socialista, governou o país de 1970 a 1973, quando foi deposto por um golpe de estado liderado por seu chefe das Forças Armadas, Augusto Pinochet.
Allende foi o primeiro presidente de república e o primeiro chefe de estado socialista marxista eleito democraticamente na América Latina. Allende foi um revolucionário atípico: acreditava na via eleitoral da democracia representativa, e considerava ser possível instaurar o socialismo dentro do sistema político então vigente em seu país.

"Não basta que todos sejam iguais perante a lei. É preciso que a lei seja igual perante todos".

"O socialismo não pode ser imposto por decreto: é um processo em desenvolvimento".

"¡Viva Chile! ¡Viva el pueblo! ¡Vivan los trabajadores!"
"Não vou renunciar. Colocado no caminho da História pagarei com minha vida a lealdade do povo. E digo que tenho certeza de que a semente que deixamos na consciência digna de milhares e milhares de chilenos não poderá ser ceifada definitivamente. Eles têm a força, poderão submeter-nos, porém não deterão os processos sociais nem com crimes nem com a força. A história é nossa e é feita pelo povo".
"¡Viva Chile! ¡Viva el pueblo! ¡Vivan los trabajadores!"
- últimas palavras de Salvador Allende transmitidas por rádio durante o cerco ao La Moneda.


4 comentários:

Lulú disse...


Olá Manuela.
Bem lembrada sua postagem. São duas datas que não esquecemos.
Tenha um bom dia!
Beijos
Maria Luiza (Lulú)

Mary Brown disse...

"Não basta que todos sejam iguais perante a lei. É preciso que a lei seja igual perante todos".
Nunca será igual perante todos e enquanto assim não for não haverá nem igualdade, nem liberdade, nem oportunidade para todos. Beijinhos

Pedrasnuas disse...

És a mulher que trás luz, relembra e dá a conhecer gente de um vasto universo de todas as áreas do saber nacional e internacional. Muito bem! Quem estiver esquecido, relembra, quem não souber, aprende ....tu dás as cartas! :) Beijo

Mary Brown disse...

Amiga vim deixar-te um beijinho, desejar-te um bom fim de semana e deixar-te a resposta ao teu comentário no Just a Woman:
Manuela obrigada pelas tuas palavras cheias de sinceridade. Sabes que nós, apesar de não nos conhecermos, somos velhas amigas e que eu, mesmo não te visitando como gostaria, ando sempre atrasada, não me esqueço de ti. Tudo que é feito com alma sobrevive sempre. Beijinhos