«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




sexta-feira, 30 de novembro de 2012

"Uma paisagem qualquer é um estado de alma. " - Henri Amiel



Solidão
A solidão é como uma chuva. 
Ergue-se do mar ao encontro das noites; 
de planícies distantes e remotas 
sobe ao céu, que sempre a guarda. 
E do céu tomba sobre a cidade. 

Cai como chuva nas horas ambíguas, 
quando todas as vielas se voltam para a manhã 
e quando os corpos, que nada encontraram, 
desiludidos e tristes se separam; 
e quando aqueles que se odeiam 
têm de dormir juntos na mesma cama: 

então, a solidão vai com os rios... 

Rainer Maria Rilke, in "O Livro das Imagens" 
Tradução de Maria João Costa Pereira

6 comentários:

Malu disse...

E a solidão vai com os rios e muitas vezes indo embora nos deixa ainda mais solitários, ainda...
A imagem é perfeita!
Abraços, minha amiga! Gosto demais do face, mas também gosto de ir pelos blogs... rsrsrsrsrs

Brown Eyes disse...

Nada pior que alguém sentir-se só. Já deves saber que eu adoro estar só apesar de nunca sentir a sombra da solidão. Beijinhos Amiga

Lilá(s) disse...

Perfeita sincronia entre o poema e a imagem!
Bjs

Manuela Freitas disse...

Querida Malu, longe a longe cá venho, derivei para outros lados!
Grata pelo teu comentário!
Beijos

Manuela Freitas disse...

Brown Eyes, também gosto de ter os meus momentos de estar só, isso pode não implicar solidão! Mas há mesmo solidão e isso é um peso muito grande!
Beijinhoss

Manuela Freitas disse...

Querida amiga Lila,
Grata pelo teu apreço!
Beijossss