«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




sábado, 14 de janeiro de 2012

RÁDIO COM CERTEZA!

Decisão de 2012: regressar aos velhos tempos do rádio! Tem sido a minha companhia, com variações entre a antena 1, 2…e eventualmente outras! Cansei-me da televisão, aliás a televisão tem descido de nível a olhos vistos, relativamente à programação. Estou cansada de ouvir sempre as mesmas pessoas, que trabalham com exclusividade! Só me prende algum documentário, filme, programa cultural! Além dos canais portugueses, os outros canais são um fartote, safam-se uns poucos! Confesso que posso estar a passar uma postura de exigência, mas cansei-me de tal forma, que ligar a televisão já me irrita!
Tão boas recordações tenho dos serões de rádio!

Fui à wikipédia ver as origens da rádio, para mim a rádio tinha sido desenvolvida pelo italiano Guglielmo Marconi,no fim do século XIX, «mas a Suprema Corte Americana concedeu a Nikola Tesla o mérito da criação do rádio, tendo em vista que Marconi usara 19 patentes de Tesla em seu projecto (????).
Na mesma época em 1893, no Brasil, o padre Roberto Landell de Moura também buscava resultados semelhantes, em experiências feitas em Porto Alegre, no bairro Medianeira, onde ficava sua paróquia. Ele fez as primeiras transmissões de rádio no mundo, entre a Medianeira e o morro Santa Teresa.


http://pt.wikipedia.org/wiki/R%C3%A1dio_(comunica%C3%A7%C3%A3o)
Lembrei-me do delicioso filme de Woody Allen: DIAS DE RÁDIO.