«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




quarta-feira, 11 de abril de 2012

O PESO DA MÁQUINA!


Cavaco Silva, numa entrevista disse que o problema maior do país é o desemprego! Não é a interrupção dos subsídios, nem quando voltam e se voltam! 

E que tem feito Cavaco? Tem alinhado pelas políticas do governo! E que tem feito o governo? Tem incentivado para o aumento do desemprego, pelas políticas adoptadas, sempre contra quem trabalha, para privados e Estado! 

Li que em Cuba inventam-se profissões até absurdas, só para criar emprego, enquanto em Portugal e na Europa são extintas profissões, só para que as grandes empresas tenham maiores lucros! E uma pessoa que passou anos a fazer o seu melhor e se entregou à sua profissão, vê-se substituída por uma máquina inventada para desempenhar a sua função, que não aufere ordenado, nem come, nem dorme e pode trabalhar 24 horas, sem uma queixa! 

No dia-a-dia, vai-se sentindo o peso da máquina, fria, funcional (quando funcional), mas que não sorri, nem fala, a quem não se pode pedir uma informação, nem há troca de calor humano, este «mundo» está a ficar muito hermético! Aconteceu-me isso nas estradas, onde as pessoas foram substituídas por máquinas. Descobri isso nos comboios, com um novo sistema introduzido de validação de bilhetes nas estações. Em ambos os casos precisei de um funcionário para me dar uma informação e não encontrei nenhum! Mas isso vai acontecendo em muitos outros serviços! 

Começou pelos bancos, CTT, chegou aos hipermercados e aos cinemas, (ainda de forma opcional), às estradas e aos transportes! Também em certos espaços comerciais e públicos escasseiam funcionários de atendimento! As conclusões são óbvias, em Portugal há 1 milhão de desempregados e este número logicamente vai ter um aumento crescente!

5 comentários:

Brown Eyes disse...

Sabes qual é o problema deste país? Os políticos, os governantes. Põe todos a pedir mas eles continuam a gastar mais que um rei. Já ouviste falar de gente limitada? Eles são os melhores exemplos e únicos.
Beijinhos

anamar disse...

E sobre isso falámos há pouco, mas agora gostei de te ler...
Belo texto.
Mas amargo...
Bj

BRANCAMAR disse...

Manuela,

Penso exactamente o mesmo deste mundo macanizado. Era suposto que a informática, diziam no princípio de tudo, criaria mais lazer ao homem, mas a ambição dos empresários e do poder não encaminhou a mecanização nesse sentido, mas no sentido de substituir completamente o homem e de termos um mundo despersonalizado. Eu acho irritante o atendimento mecanizado em determinados serviços, sobretudo na saúde, mas não só e não é porque não me entenda com as máquinas. Quando me atende ao telefone uma gravação, sobretudo daquelas longas, só se não tiver outra opção, desligo logo, irritante também a música que nos dão para nos porem à espera.
A prova de que ficamos a perder já a tive muitas vezes. Em serviços que conheço bem já aconteceu de familiares ou amigos ligarem e andarem de seca para meca e terem uma resposta muito generalizada e quando consegui ligações directas e sem atendedores tudo foi diferente.

Até nas caixas dos supermercados se nota a redução de pessoal e as filas em determinadas horas de ponta e eu acho isso uma tremenda falta de respeito pelos clientes, que muitas vezes chegam exaustos de trabalhar e com pressa de chegarem a casa, com a consequente falta de humanidade para com os funcionários que são dispensados.

Enfim, muito mais se poderia dizer sobre o assunto.

Se tiver tempo ainda volto.
Beijinhos

mfc disse...

Abomino este sistema frio e insensível em que vivemos!!

Mas quem elegeu estes tipos... foi este Povo!!

nacasadorau disse...

Pois é!!!
Dizer que temos que lutar contar este facto não basta.
Há que mudar radicalmente TUDO e não será do dia para a noite.
Infelizmente a reversão vai levar de novo gerações de lutas e conquistas, porque nós permitimos este actual estado.
Culpados sim, todos os que votaram nestes políticos e mantivemos os rosas e os alaranjados.

Muito bom o texto, pelo menos obriga a uma reflexão.
Um beijo