«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

MARCK ZUCKERBERG - PERSONALIDADE DO ANO 2010

Marck Zuckerberg, o criador da rede social Facebook, foi eleito pela revista Time como a personalidade do ano de 2010.



A revista justificou a escolha destacando a maneira com que o site alterou a forma de as pessoas se relacionarem. De facto parece algo de mágico o que acontece a nível de relacionamentos virtuais, jamais alguém pensou/sonhou com esta possibilidade de unir a humanidade. Vive-se de facto a «era do Facebook».

A ideia surgiu em 2004 quando Zuckerberg era um estudante da Universidade de Harvard.

Sobre o facebook e outras redes similares, já tive oportunidade de escrever aqui, que não utilizo e não gosto, o que desencadeou opiniões favoráveis e desfavoráveis. Cheguei mesmo a receber comentários anónimos e aproveitando a ocasião, volto a dizer que não publico comentários anónimos, não porque sejam desfavoráveis, mas porque gosto de saber quem me contacta. 


Apesar de Zuckerberg ter sido eleito pela equipe da revista,  os leitores, optaram pelo criador do WikiLeaks, Julian Assange, como a personalidade do ano de 2010.

3 comentários:

Isadora disse...

Oi Manu, acho mesmo que as redes sociais vieram para criar uma nova dinâmica, e facilita muito o contato, principalmente, com a migos que encontram-se distantes, mas ainda assim, o contato pessoal e físico é fundamental.
Um beijinho e boas festas para você e sua família

Luís Coelho disse...

Recebi e aderi a esta rede social sem a conhecer nem imaginar a sua dinâmica. Recebi de igual modo o Badoo, o twitter e outras.Não tenho tempo para as utilizar e comunicar com os novos amigos.
Gosto mais do blogue onde me expresso e leio os pensamentos dos outros assim como os principais acontecimentos do nosso tempo.

Misturação - Ana Karla disse...

Bom dia Manu!
Também não aceito comentários de anônimos, pelo simples fato de estarmos em uma democracia e cada um pode se expressar, mas sem ofensas.

Achei que Marck Zuckerberg é mesmo um grande ícone na história da internet.
Uma grande cabeça, que chegou primeiro

Eu, ainda não tenho Facebook, nem sei se um dia vou aderir.
Vou ficando com meu blog, que faz comunicação com o mundo e trocar idéias e que já consome muito tempo.

Xerinhos!