«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

VAMOS AO CIRCO? VAMOS!...

(Desconheço o autor deste quadro näif)

Indissociável nesta data é para mim o circo. Em miúda não podia faltar uma ida ao circo. Estou a ver-me com o meu casaco vermelho, com um carapuço enfiado na cabeça, daqueles que tapam as orelhas e só se vê a cara. Em miúda andava sempre doente e a minha mãe enchia-me de roupa, depois fui operada à garganta e ao nariz e fiquei bem.  Vi grandes companhias, o grande empresário dessa altura era o Rocha Brito, um senhor já idoso, mas com muito «charme», andava sempre com uma camélia branca no casaco. Eu adorava ir ao circo, como diz José Régio num poema «No circo cheio de luz, há tanto para ver!..». Ficava fascinada e vinha de lá carregada de sonhos: cruzar os ares, brincar com os animais, fazer as pessoas rir e depois aquelas acrobacias difíceis e malucas! Um espanto! No intervalo havia chocolates, rebuçados e algodão doce, que me deixava toda besuntada e todos diziam: «não me toques, não me toques»!



O prazer de ir ao circo perdurou em mim e depois lá chegou a altura de levar os meus filhos e continuo a ir ao circo e não me importo nada de ir ao circo mais pobrezinho, o que é montado num descampado e me faz lembrar os filmes de Fellini. Considero que a vida daquelas pessoas não é fácil e precisam de ser ajudadas.


Entretanto o circo mudou, apareceu por cá, por exemplo, uma Teresa Ricou (excelente mulher-palhaço) com novas ideias e fundou uma escola de circo e começou, a par do circo clássico a surgir o circo mais à base da acrobacia e pantomina o «boom» circense surgiu com o espantoso Cirque du Soleil, um expoente de magia e sonho!

AOS CIRCOS CLÁSSICOS, QUE CHEGAM, MONTAM A TENDA E JUNTAM EM RODINHA AS CARAVANAS ONDE VIVEM, DEIXO AQUI AS MINHAS HOMENAGENS, NÃO SÓ PELO SEU TRABALHO, COMO TAMBÉM PELAS RICAS MEMÓRIAS QUE ME DEIXARAM.

11 comentários:

Sandra Botelho disse...

Oi amiga...
Adoro o circo, tentei fugir com um uma vez mas meu pai descobriu...Resultado uma bela surra.
Minha amiga tem trauma de circo, ele desabou na cabeça dela.
Bjos achocolatados

nacasadorau disse...

Amiga Manuela!

O mundo do circo é fantástico, envolvente e único.
Tenho saudades desse mundo e sobretudo da forma como o via dantes.

Obrigada por este bocadinho que alertou as minhas memórias.

Deixo votos de Feliz Natal.

Este Natal …

Um tempo,

Um espaço,

O abraço.

É o Natal de sempre

Igual a outros Natais de outros tempos,

Igual a si mesmo na manifestação,

Na celebração,

No acontecimento.

Todo o enfoque que lhe damos,

Tudo que o envolve amarra e ata

São proveito e proventos

De manifestações acordadas,

Temperadas e outorgadas

Pelos tempos instalados,

Presentes no desassossego

Das nossas vontades,

Ausentes na luz da madrugada

E na lonjura do brilho da safira.

O Natal será sempre

Um Tempo,

Um Espaço,

Uma época,

De sementeira de amor,

De enxugar a dor

No grito gritado,

No dardo lançado,

Na meta traçada,

Na mão amarrada

Ao cais da esperança.

O Natal deste tempo

Será sempre e quando

O Homem estiver disponível

Na leira do seu coração.

Natal de 2010

Maria José Areal

Beijinhos

Chica disse...

SEMPRE GOSTEI DOS CIRCOS E SEMPRE LEVEI MEUS 4 FILHOS. Era bem melhor antes. tudo simples e sentávamos nos "puleiros"( arquibancadas e pipocas, amendoins, tudo que tinham direito...Uma farra.

Hoje está muito sofisticado e não gosto mais.

beijos e adorei o quadro e a postagem,claro!

chica

Maria Teresa disse...

Manuela:
Tenho também só boas lembranças dos circos e dos seus misteriosos personagens! Bela homenagem. Justíssima!
Beijos

Pedrasnuas disse...

BELO ,BELO,BELO!!! COMPREENDO-TE BEM!!!
EU IA POUCO...NEM ME LEMBRO PORQUÊ...O QUE MAIS GOSTO É SEM DÚVIDA DAS ACROBACIAS!!!
SEMPRE ACOMPANHEI NA TV ESSE CIRQUE DU SOLEIL...
HAVIA UM FILME...QUE PERDI O NOME...ADORAVA-O PORQUE VÍAMOS A VIDA DELES FORA DO PALCO TAMBÉM...

VAMOS AO CIRCO? SIM ,VAMOS!!!

ABRAÇOS E BEIJINHOS NATALÍCIOS E DIVERTE-TE COM A TUA CRIANÇADA E TAMBÉM OS MAIS VELHOS...O CIRCO É PARA TODA A FAMÍLIA

Maria disse...

O crico é, de uma forma geral, a alegria da pequenada. Embora haja crianças que têm medo dos palhaços, à primeira vista. Como têm do pai natal...
Por mim iria ao Cirque du soleil.

Beijo, Manuela.

ADiniz disse...

Sabe gosto muito de circos, mas confesso que quando criança tinha medo, eram pessoas grandes com caras esquisitas, mas gostava sim dos acrobatas, aquele povo lá de cima que saltava de um lado ao outro, trocando de barras.
Mas uma coisa eu nunca gostei fui dos domadores, eles nunca me pareciam carinhosos com os bichinhos, quando pegavam então o relho e batia ao chão aquilo me parecia uma provocação ao animal. Bem mas o circo evolui e muito. Aqui sul, temos um grupo que se chama Tholl, o principio deles foi mais institucional que qualquer outra pretensão, porem com prazer, dedicação, disciplina e disciplina tornaram-se grandes formadores da alegria de uma meninada que estava com se tempo ócio a deriva e hj reconhecidos nacionalmente e internacionalmente.pelo grande espetáculo que realizam.

Sim menina vc faz bem em prestar mais esta homenagem ao povo circense.
Bjinhos e uma semana feito lua cheia a vc Manu.

DAD disse...

Gostei de ter encontrado o seu Blog!
Muito bonito!

FELIZ NATAL 2010!

Lídia Borges disse...

Pois!... O maior espectáculo do mundo também a mim me fez sonhar. E muito!
A arte, toda a arte é a poesia da vida, mas é tão mal tratada!!!

Um beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

Amigos de Fé!

Nosso caminho está planejado para passos juntos seguir.
Somos perfeitos de compreensão, e nossa virtude de fidelidade está guardada por nossa fé.
Estamos num mesmo segredo, em que nossa amizade não deixa em vão nossas alegrias.
Acatamos nossos defeitos, e homenageamos nossas qualidades para vencermos.
Somos o porém da coragem.
O por que da invencível força...
Somos as razões para continuar caminhando.
O companheirismo sagrado, que lá de cima recebe a benção de Deus...
Somos amigos fiéis, juntos a tristeza é desenganada, e os sorrisos são os presentes da vida.
Somos assim, a perfeita magia da amizade, que suporta vendavais e furacões.
E mesmo com tempestades continua seu trajeto de fidelidade.
Somos a benção dos Anjos.Que estão a guardar o segredo da nossa felicidade.
Somos a luz da mais linda estrela, que transborda de sinceridade.
Somos o que todos no mundo sonham em ser.
Somos, AMIGOS FIÉIS!!!

(Fabiana Thais Oliveira).

Um Feliz Natal para vc amiga e que em 2011 possamos estar juntas novamente Pelos Caminhos da Vida.

Um gdeeeeee abraço.

beijooo.

Nilce disse...

Oi Manu

Desde criança também fui apaixonada por circo.
O que sempre me encantou e me encantam até hoje são os palhaços.

Que você tenha um Natal abençoado e que 2011 seja de muita paz e realizações.

Bjs no coração!

Nilce