«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




quinta-feira, 17 de março de 2011

JAPÃO A TRAGÉDIA QUE NUNCA MAIS ACABA...


Tragédia funesta

O medo corre nos dias

A vida é frágil



Pessoas procuram

O que não mais pode ser

Com olhos de lírio


 
Todos os dias temos imagens directas do caos, impressionantes visões da tragédia...comove-me as entrevistas às pessoas, a sua delicadeza e serenidade...perante tanta adversidade.



Esta música  suscita-me uma reflexão especial... para os que sofrem…para a vida…para a nossa vulnerabilidade…para mergulhar na minha essência…debruçando-me sobre o que é realmente o mais importante nesta passagem por aqui…

8 comentários:

Maria Izabel Viegas disse...

Manuela minha querida,

Como tu comovo-me com a deicadeza e serenidade perante à adversidade.
Creio amiga, que as pessoas mais sensíveis, aquelas que já entendem os sinais, ora sentem-se fargilizadas ora convictas desta verdade. que o momento é de quedar-se:

"debruçando-me sobre o que é realmente o mais importante nesta passagem por aqui…"

São nosso testes, dos atos mais simples aos mais complexos, acreditar que a vida é muito mais que isto tudo que consguimos captar com nossos olhos.

Penso, Manu, que um país com uma filosofia tão antiga, que conhecia todos os mistérios , desconhecidos ainda por muitoqui do Ocidente, já sabia seu destino. O Japão localiza-se exatamente em cima da separação de duas placas tectônicas.
Um filete tão pequeno de terra.
Há registros nas memórias, com certeza, e a calma vem da alma que tudo sabe!
beijos no teu coração!

chica disse...

Tão triste mesmo tudo o que estamos vendo por lá e o que nossos irmãos do outro lado estão passando.Linda música e postagem!beijos,chica

Beth/Lilás disse...

Bom dia, amiga!
Ahhhhh, nada somos neste imenso universo!
A tragédia do Japão e as que estamos vivenciando aqui no Brasil com tantas mortes pelas enchentes, são de cortar o coração, tenho tido até insônia pensando e lembrando do sofrimento dessas pessoas. E não podemos esquecer que isto pode acontecer a qualquer um de nós, não é mesmo?
um grande abraço carioca

Astrid Annabelle disse...

Olá Manú!
Estou voltando à net hoje e atualizando as visitas aos blogs amigos.
Sobre o que está ocorrendo no Japão:
sinto que devemos emanar muito amor para este povo que mais uma vez tem um desafio enorme pela frente!
Um beijo com saudades
Astrid Annabelle

Bia Jubiart disse...

Oi Manuela!

Ontem também fiz uma reflexão sobre o que está ocorrendo no Japão, aqui podemos fazer muito pouco... Infelizmente!

Beijoooooooooo

Luís Coelho disse...

A tragédia,
O medo e o desespero...
As pessoas andam perdidas e muitas jamais se voltarão a encontrar.

manuel marques disse...

Uma lindíssimaa homenagem aos que sofrem.

Beijo.

Glorinha L de Lion disse...

Minha querida, quanta tristeza! somos mesmo uns grãos de areia nesse universo sem fim. O que vale é a vida que vivemos hj e só isso...Aproveitemos cada minuto. Sejamos felizes com o que temos. Beijos,