«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




sexta-feira, 22 de julho de 2011

RÉSTEAS DE SOL...que aquecem...


Réstias de Sol, tem por trás uma pessoa que muito admiro e estimo! Eu não sou muito de dizer muito sobre as pessoas, tenho empatia… não tenho!…Gosto… não gosto!… A Laura é uma pessoa carinhosa e…e…e…gosto dela! Já tive a oportunidade de a conhecer pessoalmente e foi um encontro muito agradável!

A Laura faz poesia, mas tem um blogue muito diversificado relativamente a temas… teve uma vida cheia de tudo! E tem tanta vida!...Aqui deixo, com a sua autorização um dos seus poemas…

Laura eu te saúdo, o teu mundo é bonito e eu sinto-me como a «Alice» a entrar nele!...Que se cumpra aquilo que desejas!...

Sou !...


Sou árvore, seiva
flor, fruto
sou pé de abóbora
rebento de feijão
sou terra queimada
fruta pão
laranja, lima, limão
sape-sape, manga, mamão
sou óleo de dendê
pó d’estragão
sou árvore de sombra
imbomdeiro em flor
sou capim da sanzala
cana de açúcar
papoila do campo
sou um melro
pousado numa janela
um botão de rosa amarela
um lagarto colorido
sou águia de asas abertas
uma égua trotando
com o seu alazão
sou prata sou ouro
diamante em bruto
sou nova sou velha
sem cucuruto
sou alguém que gosta de ser assim
sou de tudo um pouco
e tudo é um pouco de mim!


12 comentários:

✿ chica disse...

Linda poesia e homenagem à Laura! Estou num lindo lugar,mesmo assim,dou uma fugidinha pra ver os amigos,beijos,chica

pensandoemfamilia disse...

Bom dia
Que bonito gesto.Não a conheço vou passar por lá.
Grata também por divulgar nosso encontro de agosto.
Bom final de semana .
Bjs

Zélia Guardiano disse...

Simplesmente maravilhoso, Manuela!
Que bom gosto tens!
Parabéns à Laura!
Parabéns a você!
Beijos para as duas.

Artes e escritas disse...

Vejo o elemento terra nessa poesia. Uma bonita forma de dizer "Sou" a terra. Um abraço, Yayá.

acácia rubra disse...

Gostei muito deste poema, quando a Laura o publicou.É, como se diz, a cara dela!

Bom fim de semana.

Beijo

Luís Coelho disse...

Muito bela e também muito justa esta homenagem à Laura.
Aquilo que conheço é daqui da bogosfera e desde o inicío que simpatizei muito com os seus comentários e depois com os seus artigos publicados em Résteas de Sol.

A imagem que permanece em mim é de uma pessoa doce e cheia de ternura.
Decidida e lutadora. Não espera que lhe resolvam os problemas. Ela vai.

Para a Laura e todas as Lauras deste mundo um grande beijinho pela sua coragem e determinação em lutar pelo que amam e acreditam ser o melhor para cada uma.

manuel marques disse...

A Laura é uma querida que eu também admiro muito,a sua simplicidade fascina-me.

Beijo Manu , bom fim de semana.

Laura disse...

Oh, quanta ternura meus queridos amigos, quanto amor...

Fiquei siderada...

Sou aquilo que escrevo
a saudade infinita
da minha terra de Angola
sou capirinha em ponto cheio
uma menina que a luz, adora
sou a simplicidade e o amor
e não sei ser de outra forma
porque o amor vibra em mim
e gosto de ser assim...

Amo-vos a todos meus queridos amigos, obrigada pelo carinho..
Quicas, nem te enganas, já vou mudar a vida amanhã, vou para junto da minha mãe que está adoentadita e a ficar cansada da vida, largo o meu lar as minhas coisas, ela não quer vir, tem de subir escadas que não consegue, assim, os meus que se desenarsquem, (o manel e o Nuno) virei cá muitas vezes mas nem sempre e hei-de dar conta do recado, ainda vou às aulas em Setembro à noite e ao voluntariado no hospital a dar almoço aos doentes, e...o tempo é amigo, vou transformar a garagem num enorme estúdio para pintar as telas e cavalete foram os primeiros tarecos a ir para lá...com amor faz-de de tudo.

beijinhos da aura

Laura disse...

Obrigada a todos pelo mimo dos parabéns e pelo carinho.

laura

Socorro Melo disse...

Manu,

Gosto desse seu jeito: sim é sim... não é não.... e pronto. Sou um pouco assim também, não gosto de nhém nhém nhém(isso é famoso aqui, foi dito pelo ex-presidente Fernando Henrique, kkk).
As imagens poéticas são belíssimas, e a autora está de parabéns. Obrigada por dividir conosco. Bfs

Beijos
Socorro Melo

www.amsk.org.br disse...

Manuela,

um convite a blogagem coletiva

http://cozinhadosvurdons.blogspot.com/2011/07/um-convite-utopia.html

5 bjs

MeandYou disse...

Vejam só, e eu que estou garimpando poetas na rede, ganho uma assim de presente através das suas mãos!
Vou lá no blog dela conferir também, gostei muito.
bjs cariocas