«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




domingo, 1 de maio de 2011

DIA DO TRABALHADOR

37 anos passaram sobre o nosso Primeiro de Maio comemorado em liberdade e hoje as comemorações não deixarão de ter um lado sombrio, porque na crise em que vivemos os trabalhadores são o elo mais fraco. A recibo verde, a contrato a prazo ou no desemprego, qualquer um deixa para trás com tristeza e indignação sufocada, a sua contestação.



Nestes 37 anos MUITO mudou, que fizeram ou o que resta dos «direitos adquiridos»? À porta está mais uma reforma laboral imposta para colmatar a crise à qual os trabalhadores estão isentos de culpa.


Que temos hoje a comemorar? Tempos passados!



 
Que podemos fazer? Juntar as vozes da indignação e PROTESTAR!...

2 comentários:

Malu disse...

Pois é amiga...
Classe dominante e dominada!!!
Aqui é feriado também, afinal, deram um dia em homenagem aos que enriquecem o ápice da pirâmide.
Mas creio que não se tem muito a comemorar...
Um grande abraço

Ana Paula Fitas disse...

Olá Manuela :)
... obrigado pela evocação de Zeca Afonso que, mais que celebrar, nos permite assinalar a justeza do 1º de Maio!
Bjs,
Ana Paula