«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




domingo, 2 de janeiro de 2011

PARA QUE SERVE UM BLOGUE?

Parei uns dias para pensar nisso! Não cheguei a grandes conclusões! Parti para o blogue com a ideia de escrever sobre o meu mundo e o mundo que me rodeia, sem tornar o blogue muito pessoal!..

Um blogue, despretenciosamente, serve para tudo e essencialmente para ocupar o tempo, escrevendo e lendo, tão simplesmente quanto isso! Mas há também o exibicionismo, há também a inveja, a maledicência, o plágio…

Obviamente que há quem considere o blogue um meio de intervir na sociedade, com objectivos vários e há também quem exponha no mesmo os seus dotes criativos.

Eu não me interessa o número de seguidores, nunca andei a fazer campanha, nem me interessa saber quem vem ao meu blogue, mas o que me interessa e foi para mim uma agradável surpresa, foi a partilha de cumplicidades e afinidades, os elos de amizade que fui estabelecendo, que em alguns casos saltaram mesmo para a vida real!

Também não ando aqui para agradar a ninguém, nem para competir, nem para ser boazinha, não sou nada permeável a crenças sejam lá quais forem, sou muito céptica relativamente ao transcendente e a tudo, desconfio que deve ser por ter o apelido Tomé, «ver para crer» e lá caio eu na minha herança católica, da qual estou impregnada, embora a tenha rejeitado!

Politicamente sempre fui de esquerda e embora haja uma diluição da mesma, eu tenho a minha! Não estou afecta a nenhum partido, mas aquilo que eu entendo por esquerda foi sempre a defesa do humanismo, do equilíbrio social e tudo que é correlativo a esta postura.

Tenho defeitos, dias bons e maus, mas faço questão de ser delicada, no meu relacionamento com as pessoas aprecio especialmente a boa educação.

Começou um novo ano, para mim não foi grande o «estardalhaço», mudou um dígito, considero que temos muito a mudar em nós e na postura relativamente aos outros, não de ano a ano, mas todos os dias. Desejável que no mundo em que vivemos fossem dissolvidas as assimetrias, houvesse paz em todos os aspectos e mais, e mais…todos sabemos o que está mal!..

A conversa já vai longa, mas apeteceu-me escrever isto, nem que seja para as gaivotas que vão a passar por aqui!

Na passagem de ano não vesti a cueca azul, nem saltei de uma cadeira, nem…há uma série de coisas que se fazem para o ano correr bem! Em substituição às 12 passas, agora em família são 12 grãos de romã, enfiaram-me com aquilo na mão, meti tudo à boca e nem desejei nada!..Promessas e desejos, surgem nos momentos oportunos!..

13 comentários:

lolipop disse...

Olá Manuela!
Não tive oportunidade de lhe desejar um bom ano...Feliz ano do Coelho!
A sua pergunta é interessante, e um inicio de ano é sempre uma boa ocasião para pensar...comecei o blogue porque havia amigos que consideravam um desperdício não divulgar o que sabia sobre o Japão.
Tive uma fase narcísica, em que escrevia post em cima de post e entrava e saía contemplando as pequenas maravilhas que achava que ia aprendendo a fazer. Um dia acordei e percebi que ninguém me lia...ou quase ninguém, conseguia arrebanhar o irmão a cunhada e uns quantos amigos, de vez em quando.
Por mais que nos seja indiferente ter 10 ou 100 seguidores, não gostamos de escrever para as paredes.
Para espanto meu, os primeiros comentários que tive vieram da blogosfera Brasileira. Foi aí que descobri carinho, solidariedade. Foi aí que fiz amigos virtuais, mas com calor real.
Nos últimos meses, comecei a sentir necessidade de falar mais de mim e do que me interessa e preocupa para além do Sol Nascente. O blogue foi crescendo e continua em mutação...como eu...á procura dum caminho próprio.
Mas os laços que criei, são irreversíveis, e fazem parte de mim...o blogue mudou-me enquanto eu o mudava...
Abraços

Maria disse...

Ai Manuela, consigo ser um pouco pior do que tu nas passagens de ano...
nem passas nem bagos de romã nem coisa nenhuma. É apenas uma noite como as outras, em que o calendário muda de página, pronto.
Às vezes também me pergunto o que nafço aqui. Já quase fechei o blogue. Tenho uma enorme vontade de fazer uma pausa. Tenho escrito imenso sem publicar. Enfim, ainda não decidi. Provavelmente vai continuar morno, como tem andado...

Beijo.
(e bom 2011, hehehehehe)

Graça Pereira disse...

Passei para te desejar um bom ano e....encontro este texto belissimo, quase na óptica de um balanço...
Para que serve um blog? Eu diria quase tudo o que disseste e acrescentaria apenas: No Zambeziana conta-se vivências reais de um outro tempo, do outro lado do mundo, louva-se uma terra prodigiosa ( a minha) os amigos (muitos dos quais já não estão entre nós) e, principalmente, os meus pais.
É assim como uma espécie de missão!
Escrevo para mim, para não me esquecer de nada e para eles.
Alguem lê e gosta, comenta e volta, independentemente de estatistícas...os números nunca foram o meu forte|
Um ano de 2011 muito feliz que dependerá mais de ti própria, do que de qualquer lei ou decreto!
Beijocas
Graça

Chica disse...

Muito legal...Acho que prara mim, os blogues servem pra me fazer escrever o que asdooooooooooooooooro e antes não fazia,rsrs...

um beijo tudo de bom, lindo restinho de domingo, o primeiro do ano...chica

Glorinha L de Lion disse...

Manu, como dissestes verdades nesse teu post! Pois tb eu não fiz meu blog com esse intuito nem o de agradar a tudo e a todos. Quem quiser e gostar que fique, quem não, a porta da rua é serventia da casa, já dizia minha mãe...
Acho que quem gosta da gente gosta e pronto, não vai ouvir quem fala mal de nós, nem nos julgar sem nos conhecer de verdade e ao vivo. Tu e eu somos pessoas transparentes, que mostramos bem quem somos nem temos necessidade de puxar o saco de ninguém...Muito boa a tua análise. Eu, o que tiro daqui, são as amizades que fiz e tenho feito. Seria muito bom se cada um cuidasse de sua vida e deixasse os outros em paz. Obsessivos que procurem ajuda psiquiátrica. Invejosos que cortem os pulsos. Maníacos que tomem um comprimido tarja preta! Mas, desde que o mundo é mundo a humanidade se divide em bons e maus, loucos e sãos, simpáticos e antipáticos, interesseiros e generosos...e por aí vai...Que em 2011 só fiquem conosco os bons, os generosos e os simpáticos. O resto que se lixe! Beijos enormes da amiga que muito te ama e apóia!

Astrid Annabelle disse...

Pois eu gostei da sua conversa Manú querida...e, olhe, não sou gaivota não!rsss
Um blogue para mim é uma extensão minha onde as minhas partes se manifestam para mim mesma e para quem gostar.
Como você fiz amizades preciosas...algumas já saíram do virtual para o físico e isso foi gratificante.
E a outra finalidade é desenvolver todo o meu trabalho, meu ganha pão!
É isso...
Um beijo grande
Astrid Annabelle

AFRICA EM POESIA disse...

Amiga

Li-te atentamente e gostei. Cada um é o que é e deve ser respeitado por isso...
Para ti com carinho

VIM DESEJAR UM feliz ANO DE 2011
que a Saúde seja o prato principal...

Um beijo

Maria Letra disse...

Li e reli o seu texto, procurando algo sobre o que estar em desacordo. Não encontrei nada, mesmo nada. Sou Tomé, também, como tal, acredito, se os meus olhos "enxergarem" bem aquilo em que os outros gostariam acreditasse. Mas não faço favores desses a ninguém. Nem a mim própria, mesmo quando gostaria que tanta coisa em que penso fosse uma realidade.
Um abraço e os meus sinceros votos dum Feliz Ano 2011!

as-nunes disse...

O dia está macilento, insípido, algo nostálgico (ou sou eu)!),
Tenho dado comigo a pensar, também, para que serve o meu blogue (vários, temáticos, 99% desprezados e deixados a um canto da minha lista, volto a eles de quando em quando).
E com isto já ando na blogosfera (como a definimos actualmente) há 6 anos, ainda que já esteja na internet com sites diversos (simples ensaios talvez) desde 1999, 1996? já nem eu sei.
-
Bem, mas não foi para isto que aqui me lembrei de deixar este comentário, antes, esta nota, a exprimir o meu agrado por ler esta reflexão, que muitos de nós a fazemos, regularmente, como se fosse uma nora, movimento contínuo, mais acelerado mais vagaroso, consoante a força das correntes ou da besta que nos empurra.

Ando com uma grande frustração. Não tenho conseguido visitar os blogues que aprecio (já são muitos) com a regularidade que gostaria. Isso incomoda-me, às vezes dá-me vontade
de desatar a pedir desculpa a torto e a direito.
Mas será que deverei seguir esse impulso? Já decidi que não.

Vou continuar ao meu ritmo, anotando o que vou observando, partilhando descobertas, informação diversa (sabe bem redescobri-las no motor de busca "google"!...)...

Manuela,
O seu blogue é uma boa companhia, sabe bem lê-la!

Pela minha experiência, e pelo que dela concluo, da exposição mediática a que nos submetemos, uma vitória já eu consegui. Já não sinto aquele receio do julgamento das pessoas que anonimamente possam criticar, menorizar o que escrevo, o que sou, que eu sou mesmo assim, como me apresento no blogue.

Desculpe, Manuela, queria deixar aqui só uma palavra de incentivo, que continue,
acabei por aproveitar esta rampa que abriu e lá me lancei eu a falar de mim.
Também é bom, direi mesmo muito importante, é da troca de opiniões que nos vamos animando uns aos outros.
E como estamos precisados de incentivos ao ânimo (às vezes sabe bem, não são tão poucas as vezes como isso).

Um abraço
Um Bom Ano de 2011 cheio de "posts"

António

Lilá(s) disse...

Bem interessante este texto,nunca me preocupei em pensar no assunto, até agora tem-me dado grande prazer as pessoas maravilhosas que me t~em aparecido, algumas (poucas) já tenho o prazer de conhecer na vida real. É certo que já tive dois ou três mal estares mas a esses não ligo...neste momento o meu blogue reflete um pouco a minha postura perante a vida(dizem os amigos que o conhecem) o importante é sentirmo-nos bem.
Beijinhos

António Rosa disse...

Antes de mais, um bom ano para si. Apreciei o que escreveu, pois é assim que pensa. E isso merece respeito e consideração.

Também tenho feito algumas amizades na blogosfera, que se vai aprendendo, conforme o tempo passa. Já começo a sentir que o tempo é escasso para ler os blogues que aprecio. E aprecio muitos, onde nem sequer se dá o caso de haver amizade.

O blogue de cada um de nós é o que é, e ponto.

Quanto aos números que você refere e bem... isso é uma faca de dois gumes. Haveria muito a dizer sobre isso. Mas o melhor mesmo é estar calado.

Fim do ano? Passado a olhar para a televisão.

Abraço.

Misturação - Ana Karla disse...

Manu, só a tenho a concordar plenamente com todo o seu texto.
Desejo prosperidades em 2011.
Xeros

Nes disse...

Ola Manuela.

Un bo artigo. Con iso non quero dicir que os outros non no sexan.

Para min o tema do Blog é unha terapia. Escribo cousas sobre min é o facelo síntome ben, eme unha axuda moi boa.

En el reflexo os meus estados de ánimos, as miñas criticas

Mais de un sei que o ten como arma para facer mal.

De eses apártome xa que me poñen de mal humor, aínda que no fondo dánme pena, ala eles.

Un biko, é que teñas un ano cheo
de saúde tanto ti coma os teus.

NES