«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

NO PALACETE ONDE VIVEU SOFHIA... COM EXPO SOBRE DARWIN..

Este ano a Universidade do Porto, comemora o seu centenário, vários eventos estão em agenda, apesar das condições económicas não serem muito favoráveis. Foi feita uma solicitação aos «alumi», para uma possível colaboração. COLABOREM!..


O primeiro evento é a exposição «A Evolução de Darwin», à qual tem ocorrido muita gente, vale a pena fazer a visita guiada.

Na Casa Andersen viveu Sofhia de Mello Andresen e Rubem A.. O palacete foi pintado na sua cor original, cor de borra verde tinto. Foi inaugurado com a exposição dedicada a Darwin. A mesma está dividida em módulos, «antes de Darwin»,  «a célebre volta ao mundo do cientista a bordo do Beagle», «estudos de Darwin», «paralelismos e outras ideias», «mostra de espécies raras conservadas no Museu Americano de História Natural» e «conhecimentos científicos após Darwin».
Nos jardins da Casa Andresen, existe o Jardim Botânico, que também teve algumas obras de requalificação.




























19 comentários:

Malu disse...

Nossa, Manú!!!!
Que postagem magnífica.
Cada imagem de estremecer o coração.
Deve ser um lugar mágico.
Ah! E aquele doce gatinho amarelinho... vontade de tocá-lo.
Beijinhos

ADiniz disse...

Bem... va lá vc quem disse
“vale a pena fazer a visita guiada”

Então perguntas;
Aquela pedra (ft.9) é um coral petrificado, de onde?! E a outra acima, seria uma matriz de folha do ipê em alguma expedição?!

Intrigante ver este ponto de vista
Gaivotas a plainar ao centro de uma cúpula,
a muito tempo atrás se observava o universo exatamente em “janelas” côncavas como uma lua cheia, parecendo que estávamos prisioneiros de um lugar a expiar o que existia lá fora, tal qual este simbólicos pássaros a rodear em torno deste clarão a espera da libertação.
Seria então uma forma de representar o universo particular de Darwin, que buscou tanto se aproximar de todas as espécies orgânicas vivas, pra compreender melhor a integração humana em sua própria existência, essência?!
Perfeito boneco de cera, seu olhar a contemplar um besouro

E jardins sempre jardins e sou louca por cactos seus frutos e flores são lindos e suco de alguns deles é maravilhoso.
E vc resolveu dar uma cochiladinha na bica para seguir a visitação, kkkkk
Encantador este passeio...
E a mulher que veio busca sua água para se banhar decidisse do sol antes que ele se vá depois de um dia de lavor.
Bjinhos e uma semana feito esta lua crescente a vc Manuzita querida
Ah, já ia me passando sem dizer-lhe Parabéns, pela matéria, por este maravilhoso presente que a cidade recebeu de pessoas que ai fizeram historia e outras que ajudaram a construí-la e ensinaram a preservá-la.

Maria Teresa disse...

Manuela, que vontade de sair voando para ver tudo isso! Lindeza de post!
Beijos

Sandra Botelho disse...

Que fotos lindas amiga...são suas?
Você as fotografou?
O lugar é maravilhoso.
Bjos achocolatados e uma linda semana.

Hugo de Oliveira disse...

Que legal...fiquei apaixonado pelas imagens.

abraços

Beth/Lilás disse...

Manú, minha querida, que fotos magníficas fizestes neste sítio!
Amei conhecer através de ti este lugar tão rico em memórias e detalhes!
O gatinho a dormir abaixo do afresco, as flores, os jardins, tudo maravilhoso.
Obrigada por compartilhar conosco tudo isso.
beijos grandes, cariocas

Pedrasnuas disse...

É VERDADE MANUELA SURPREENDESTE E MUITO!!!LINDA POSTAGEM!!! MAGINÍFICA!!! O JARDIM BOTÂNICO FAZ-ME LEMBRAR O DA MADEIRA...INCRÍVEL!!!
AS IMAGENS PARECEM TIRADAS DE UM CONTO DE FADAS...POR ISSO SOPHIA TINHA AQUELE TIPO DE ESCRITA...ADORAVA FAZER UMA VISITA...QUEM SABE, LÁ PARA AGOSTO...A VER VAMOS!!!
AS FOTOS ESTÃO FANTÁSTICAS E TU ESTÁS MUITO BEM COM O CÃO!!!

BEIJINHO GRANDE

manuel marques disse...

Grato pela partilha das lindas fotos.

Beijo.

mdsol disse...

:)))

Chica disse...

Lindo e instrutivo passeio fiz por aqui.Que beleza!Fotos magníficas! beijos,tudo de bom,chica

Glorinha L de Lion disse...

Manu, minha querida, que belíssima casa a da nossa Sophia, poeta amada, que conheci em Lisboa, através de seus versos espalhados pelo oceanário...e juntar Darwin nessa linda mansão deve ser um passeio dos sonhos de qq mortal. Como gostaria de estar aí para irmos juntas a esse passeio lindo! Isto é no Porto? Melhopr ainda que seja, encantei-me por essa cidade desde que a vi pela primeira vez. beijos querida amiga,

Glorinha L de Lion disse...

Esqueci de mencionar as fotos! Belíssimas! fostes tu a fotógrafa? Se foi, maravilhosa poeta da fotografia! beijos,

ADiniz disse...

Bom Dia

É meio estranho vir aqui pra lhe dizer que tem um selo a sua espera no Fluid, mas é só pq realmente penso que ele tenha qualidade e expressão para meu universo particular independente de como vc percebe o Fluidfic’art Ki
Sinta-se a vontade como a essência de uma brisa
Abraço afetuoso na intensidade desta Lua Crescente que surgi.
Ana Diniz.

Pedrasnuas disse...

O TEU COMENTÁRIO DEIXOU-ME BEM DISPOSTA E FEZ-ME RIR...GOSTEI MUITO

JOKA

Lídia Borges disse...

Obrigada por me deixar, de certo modo, entrar neste universo com um "cheirinho" a Sophia de Mello Breyner. Estou a desenvolver um estudo sobre a Autora.

L.B.

Duarte disse...

Excelente iniciativa!
Aqui fez-se algo parecido no museu de Ciências da cidade, mas não tem comparação possível com o que me contas aqui.
Boas fotografias que tão bem apoiam ao documentado.
Tudo aquilo que se possa fazer para divulgar a entrega de Darwin é pouco, muito mais lhe devemos a ele.

Um grande abraço

Em@ disse...

Amei, Manú.
Parabéns e gostei de ver a casa da minha/nossa Sophia e a restante reportagem fotográfica.
beijo

Em@ disse...

Pedras, onde viste a Manú com o cão????

Em@ disse...

Pedras, onde viste a Manú com o cão????