«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

À MINHA AMIGA NILCE GIBSON...

NILCE CHEGOU A ENCOMENDA...

Este post suscitou-me a ideia de escrever sobre a amizade, confesso que andei pelo site do Citador, a ler umas reflexões de grandes pensadores, para compilar, mas acabei por decidir escrever, mesmo não sendo tão eloquente, está mais dentro daquilo que eu penso.



Nunca fui pessoa de dizer eu tenho «montes de amigos», na realidade nunca tive, conhecidos dentro de um relacionamento amigável, isto é onde é preponderante o respeito, a afinidade, mas também a boa disposição a descontracção tive e tenho alguns, até do tempo da escola.


Penso, no entanto que a amizade como eu a entendo é algo que exige disponibilidade, é estar mais presente, é estar sempre no bom e no mal, num contacto assíduo. Obviamente que aqui podia discorrer bastante sobre o tema o que daria um longo post. Amigos assim, não é possível ter muitos.


Ao começar com o blogue, depois de uns tempos, comecei a criar afinidades, cheguei-me mais ou chegaram-se mais e começaram a ocupar o meu pensamento uma série de amigos e eu acredito nas amizades virtuais. Comecei a prender-me mais a estes amigos e até a sair menos! Conheço pessoas aqui muito interessantes, que me motivaram um exercício reflexivo e admiração pela sua índole rica em transmitir ideias luminosas e sentimentos estimulantes.


Há pessoas que muito prezo, pessoas que foram entrando no meu mundo e já fazem parte dele, o meu dilema tem sido realmente chegar a todas, deixar palavras, porque é através das mesmas que eu me faço presente. Há aqui seguidores a quem eu nunca disse nada, há seguidores que eu nem sequer segui, são perdas para mim, mas como é que eu posso chegar a todos? Que me desculpem é a única coisa que peço!


A Nilce é uma mulher que eu muito estimo, com um mundo dentro de si muito rico, é alguém que dá o melhor de si aos outros, mas será que eu estou a corresponder exactamente a esse elo que se estabeleceu entre nós? Não sei como aconteceu, mas é gratificante ter a Nilce na minha casa, a Nilce uma mulher guerreira e alguém sempre tão disponível para dar afecto.


Sou afectuosa e sentimentalona, mas não de palavras fáceis, que me parecem gastas, portanto Nilce gosto de si e gosto de a ver por aqui e peço-lhe desculpa das minhas falhas.  
 
 ( ESTE URSINHO É DE ESTIMAÇÃO)

Vou guardar sempre as palavras que escreveu no postal e que muito me emocionaram. Obrigada por ser minha amiga.


E a Nilce ainda mandou saquetas de chá e o que me apetecia mesmo era reunir aqui os meus amigos blogueiros para tomarmos um chá!... Com certeza que não faltariam doces de todo o género, para nós engordarmos mais qualquer coisa...eu prontamente iria fazer uns scones...

18 comentários:

Cris França disse...

Manu,

o chá nem ia precisar de açucar, porque tanto carinho já adoça a vida da gente, beijos no teu coração verdadeiro.

Lúcia Soares disse...

Ah, Manu, e eu ia querer bem estqr aí nesse chá. Que pdoe ser das h, ou da manhãzinha, em dia de inverno. (embora, vou lhe contar, não goste de chá... Mas teria uma chávena de café, ou um chocolatezinho, bons do mesmo jeito.
A Nilce é de uma gentileza e ternura enormes. O coração dela é do tamanhão daquele sorriso que ela ostenta!
Beijos!

Chica disse...

Como é linda a amizade que vamos fortalecendo e formando por aqui! Muito legal e lindo cartão!beijos,tudo de bom,chica

manuel marques disse...

Faz conta comigo para o chá...

Beijo.

Maria disse...

Tu e os teus scones... que me transportam à infância/juventude :)))

Beijo, Manuela.

lolipop disse...

Olá Mánu!
Eu adoooro scones!
A que horas é sevido esse chá?
A Nilce é uma pessoa muito querida!!
Um beijo grande
PS Li no Fugas que no Porto no Maus Hábitos há uma Japonesa a fazer a cerimónia do chá, à tarde e sob marcação. Conheces?

Fatima disse...

Ah!!!!
Tão lindo Manu!
Bjs.

Elisabete disse...

Também gosto de scones. Não te esqueças de me convidar para o tal cházinho.

pensandoemfamilia disse...

Que interessante esta iniciativa, fortifica os laços.
Tomar chá por aí, tudo que eu mais posso querer. Tenho descendência portuquesa, já fui a alguns lugares da Europa, porém não conheço portugal.
Houve um tempo que me correspondi diariamente com um Português, tive vontade ainda maior de ir até aí.
Já está entre meus planos conhecer Portugal.
Lindo o seu póst para Nilce. parabéns.

Tati disse...

Manú, quando comecei o blog não imaginava que todo este mundo era possível também. As amizades aqui são reais, não é mesmo?
Lindo o carinho da Nilce para você. Ela é mesmo um doce de pessoa, nossa amiga guerreira.
Acho que cada amigo é um mundo em nós. Alguns são mais solidários e disponíveis, outros são de horas boas, alguns são melhores nas horas ruins. Tem aqueles que dizem as coisas certas, e até aqueles que nos cutucam quando precisamos. Não são menos amigos por isso. Você não deve se culpar por não ser amiga 100%, 24h/dia, ninguém é!
Você é muito querida, seu blog é culto, sem ser pedante. É um local agradável. Adoro passar por aqui.
Beijos.

Lilá(s) disse...

Encantador este post, nos tempos que correm há demasiaso egoismo, cada um por si, é bom sentirmos laços de amizade que nos vão fortalecendo, mesmo sendo virtual é importante e é curioso que mesmo tendo pouco tempo disponivél também sinto a falta quando as pessoas não escrevem algo ou andam ausentes.
Beijinhos

Nilce disse...

Oi Manu

Que bom que recebestes direitinho.
Mandei duas amostras de chás de plantas que usamos por aqui.
Pesquisei com o Serviço de Atendimento do produtor se poderia mandar numa viagem longa e me responderam que sim. Inclusive são muito exportados para EUA e alguns países da Europa.
Você é um doce minha querida. Essas amizades me são de muito apreço, que parecem de longa data.
Amo todos vocês.
Obrigada pelo carinho.

Bjs no coração!

Nilce

Socorro Melo disse...

Olá, Manu!

Nunca imaginei que pudesse ser possível fazer amizades virtuais. Digo isto porque sou muito precavida. Mas, faço minhas as suas palavras, depois desse Blog, identifiquei-me com várias pessoas, e tenho muitas afinidades, por isso, considero-as minhas amigas.
Adorei esse contato entre você e a Nilce.

Abração
Socorro Melo

Laura disse...

Olhá'qui os bolinhos que te levei para provares e que eram bons pra caramba..eu levooooooooooooo e comemos no cais da Ribeiraaaaaaaaaaaa, mas sem a garrafita que nos (quase, quase ahhhh) trocar os passos por lá, é mentira minha gente, a garrafita ficou inteirinha e muito senhora de si em cima da mesa, a gente não a botou abaixo, quanto ao doce néctar de Baco, esse evaporou-se...

É verdade que nos conhecemos e ficamos amigas, pena não podermos ligar, isso para mim já é dificil...não ouvindo, mas por aqui lá vamos continuando a amizade que nasceu nas ruas do Porto, naturalmente que deixou de ser virtual.

Já tive na minha casa dois blogueiros com a familia e, adorei, o Kim, mulher e a parisiense e marido...adorei, são amigos para a vida!

beijinhos à tua amiga querida e que lindos pacotes de chá, e o postal, é gente que tem amor dentro de is para se doar..é tão bom que assim seja...


laura

Misturação - Ana Karla disse...

Manu, já aceitei o convite do chá. rsrsrs
Já estou sentando e analisando cada palavra dita aqui no seu post.
A amizade é algo surpreendente que vem do nada e fica nas alegrias e tristezas.
No meu mundo real tenho muitos amigos, mas a maioria ditados por uma regra de ser, em relação a amizade.
E também acredito que aqui fazemos de verdade grandes amigos.
As vezes nos identificamos mais com uns do que outros que tanto batem a nossa porta.
Mas é assim mesmo.
Nilce é maravilhosa e veio sem esperar.
Xeros grandes pra ti.

Beth/Lilás disse...

Manú,
Tu escreves lindamente sabias!
Tenho verificado que as amizades virtuais têm se fortalecido a cada dia, simplesmente porque acredito na força da palavra e quem gosta de ler e escrever se procura.
Acho que vou aceitar sua xícara de chá made in Brasil e a Nilcinha é uma pessoa bem legal mesmo.
bjs cariocas

Glorinha L de Lion disse...

Oi Manu, que delícia, hein? Nada como as amizades que fazemos nos blogs não é mesmo? Eu tb tenho grandes amigos na blogosfera e vc é uma delas, das mais queridas. Se estivesse aí iria tomar esse chazinho contigo...hehe Fica pra uma das visitas que farei a ti! Muito gentil a nossa amiga Nilce, beijo enorme!

Nes disse...

Ola Manuela.

A amizade vese cando as cousas estan ben, pero vese mais cando estan mal.

Canto voto de menos a amizade da infancia. Compartias e mesmo dabas o que tiñas.

Pra min a amizade conleva moito.

Dar sin pedir iso é pra min a amizade.

Un biko.

NES