«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




segunda-feira, 6 de junho de 2011

ABSOLUTAMENTE À DIREITA...

Baseando-me na crónica de Manuel António Pina, realmente eu também considero absurda tanta alegria do PSD e do PP, de serem eles em conjunto os feitores do FMI, UE e BCE, para este protectorado à beira-mar plantado com todos os problemas conhecidos: recessão, pobreza, desemprego, despedimentos fáceis, destruição do SNS, do ensino...e o mais o que se sabe!

PSD - 38,63%
PS - 28,05%
CDS - 11,74%
PCP - 7,94%
BE - 5,19%

ABSTENÇÃO CRESCENTE QUE JÁ VAI EM 41,10%  - O MAIOR PARTIDO DE PORTUGAL

Segundo o Presidente da República os portugueses que se abstém perdem a autoridade e legitimidade para criticar as políticas do próximo Governo. Se o nosso sistema eleitoral não fingisse que esses 40% não existem, haveria na próxima Assembleia da República 90 e tal cadeiras vazias e os partidos teriam um número de deputados real: pouco mais de metade do que irão ter!
Esta abstenção não é só resultado de preferirem passear ou de comodismo para ir às urnas, mas sim o cansaço da descredibilidade que os políticos têm passado! 
Pensem nisso, podem fazer tudo, mas os portugueses já estão muito saturados de vos aturar!

4 comentários:

pensandoemfamilia disse...

A política muitas vezes me irrita, sabe Manu.Mas faz parte....da vida, da sociedade..., da civilização...

Aproveito para convidá-la a acompanhar o AMOR no meu espaço de hoje a 12 com queridos colegas e seus poemas.
bjs

Luís Coelho disse...

Este assunto deverá fazer-nos reflectir. Quando a abstenção é deste tamanho deveriam limitar os lugares na assembleia da republica.
Quantos mais são menos valem........

Sandra Botelho disse...

Está um caos a vida politica, não só de portugal amiga, aqui no Brasil a corrupção tbem impera. negligenciam o povo em proveito proprio.Triste a situação e revoltante.beijos achocolatados

Jorge disse...

Essa das cadeiras vazias corresponderem percentualmente à abstenção seria uma boa medida. Assim, a representatividade dos eleitores na AR seria mais fidedigna.
Abrs
J