«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

RECEBI ESTE MAIL...

Era interessante que a comunicação social desse destaque a algumas destas situações, o que seria talvez um modo de melhorar a auto estima cá do burgo e não cairmos nesta tendência miserável de baixar os braços e dizer mal de tudo. As conversas entre grupos de amigos são um prolongamento das parangonas dos jornais e dos noticiários da T.V., acidentes, desgraças, corrupção, etc... felizmente há excepções para confirmar a regra! Cada vez mais os nossos patrícios andam deprimidos, mas também gostam... Somos um povo extraordinário em qualquer parte do mundo, mas não acreditamos.

ENTÃO LEIAM:

Nicolau Santos, Director - adjunto do Jornal Expresso, In Revista


**Eu conheço um país que tem uma das mais baixas taxas de mortalidade mundial de recém-nascidos, melhor que a média da UE.**
**Eu conheço um país onde tem sede uma empresa que é líder mundial de tecnologia de transformadores.**
**Eu conheço um país que é líder mundial na produção de feltros para chapéus.**
**Eu conheço um país que tem uma empresa que inventa jogos para telemóveis e os vende no exterior para dezenas de mercados.**
**Eu conheço um país que tem uma empresa que concebeu um sistema pelo qual você pode escolher, no seu telemóvel, a sala de cinema onde quer ir, o filme que quer ver e a cadeira onde se quer sentar.**
**Eu conheço um país que tem uma empresa que inventou um sistema biométrico de pagamento nas bombas de gasolina.**
**Eu conheço um país que tem uma empresa que inventou uma bilha de gás muito leve que já ganhou prémios internacionais.**
**Eu conheço um país que tem um dos melhores sistemas de Multibanco a nível mundial, permitindo operações inexistentes na Alemanha, Inglaterra ou Estados Unidos.**
**Eu conheço um país que revolucionou o sistema financeiro e tem três Bancos nos cinco primeiros da Europa.**
**Eu conheço um país que está muito avançado na investigação e produção de energia através das ondas do mar e do vento.**
**Eu conheço um país que tem uma empresa que analisa o ADN de plantas e animais e envia os resultados para toda a EU.**
**Eu conheço um país que desenvolveu sistemas de gestão inovadores de clientes e de stocks, dirigidos às PMES.**
**Eu conheço um país que tem diversas empresas a trabalhar para a NASA e a Agência Espacial Europeia. **
**Eu conheço um país que desenvolveu um sistema muito cómodo de passar nas portagens das auto-estradas.**
**Eu conheço um país que inventou e produz um medicamento anti-epiléptico para o mercado mundial.**
**Eu conheço um país que é líder mundial na produção de rolhas de cortiça.**
**Eu conheço um país que produz um vinho que em duas provas ibéricas superou vários dos melhores vinhos espanhóis.**
**Eu conheço um país que inventou e desenvolveu o melhor sistema mundial de pagamento de pré-pagos para telemóveis.**
**Eu conheço um país que construiu um conjunto de projectos hoteleiros de excelente qualidade pelo Mundo.**

**O leitor, possivelmente, não reconheceu neste país aquele em que vive... PORTUGAL.**

**Mas é verdade.Tudo o que leu acima foi feito por empresas fundadas por portugueses, desenvolvidas por portugueses, dirigidas por portugueses, com sede em Portugal, que funcionam com técnicos e trabalhadores portugueses.

**Chamam -se, por ordem, Efacec, Fepsa, Ydreams, Mobycomp, GALP, SIBS, BPI, BCP, Totta, BES, CGD, Stab Vida, Altitude Software, Out Systems, WeDo, Quinta do Monte d'Oiro, Brisa Space Services, Bial, Activespace Technologies, Deimos Engenharia, Lusospace, Skysoft, Portugal Telecom Inovação, Grupos Vila Galé, Amorim, Pestana, Porto Bay e BES Turismo.

**Há ainda grandes empresas multinacionais instaladas no País, mas dirigidas por portugueses, com técnicos portugueses, de reconhecido sucesso junto das casas mãe, como a Siemens Portugal, Bosch, Vulcano, Alcatel, BP Portugal e a Mc Donalds (que desenvolveu e aperfeiçoou em Portugal um sistema que permite quantificar as refeições e tipo que são vendidas em cada e todos os estabelecimentos da cadeia em todo o mundo).

** É este o País de sucesso em que também vivemos, estatisticamente sempre na cauda da Europa, com péssimos índices na educação, e gravíssimos problemas no ambiente e na saúde... que se atrasou em relação à média UE...etc.

**Mas só falamos do País que está mal, daquele que não acompanhou o progresso.

**É tempo de mostrarmos ao mundo os nossos sucessos e nos orgulharmos disso.

QUE TAL, SENTEM-SE MELHORES?

12 comentários:

Chá das Cinco disse...

Gostei!!!
Com categoria você mostrou de forma inteligênte o progresso do teu país.
Eu vou passar para frente, o teu blog também é cultura.
Bjs

Paula Raposo disse...

Também recebi este email. É isso mesmo.
Beijos.

Elaine Barnes disse...

Puxa! Não sabia nada disso! Que país maravilhoso! Eu sempre falo bem do Brasil. Os erros estão aí todos os dias pra todo mundo ver, agora os acertos...Esses poucos são divulgados. Sou patriota e acho que todos deveriam ser.Adorei seu post. auto estima é o fundamento de qualquer trabalho interior ou exterior. bjão

Paulo Sempre disse...

"**Eu conheço um país que é líder mundial na produção de feltros para chapéus.**"

Tenho orgulho em usar chapéus e ser português!!!
A verdade é que "chapéus há muitos".

Beijo

PS: OBRIGADO PELA VISITA

Regina disse...

Olá, Manuela!!

Passei aqui para agradecer o seu comentário (um conto do além) no blog da Cris e também para conhecer o seu espaço...

Esta "tendência" do povo em desvalorizar o seu próprio país, ocorre aqui também no Brasil... infelizmente...

Beijos, ótimos dias à você!

contador antropomórfico disse...

Boa! ;-)
Bjs

Manuela Araújo disse...

Olá Manuela

Faz bem ouvir essas coisas todas juntas. Eu reconheci logo o país, pois apesar de termos um grave problema com a nossa justiça, com a nossa educação e com a eficiência no trabalho, sei que há muita massa cinzenta de qualidade. Que até nos damos ao luxo de exportar.
Há por cá muitos bons exemplos, mas infelizmente não são os que imperam...
Obrigada pelo optimismo.
Beijos

manuel afonso disse...

É do fado de ser português este pessimismo latente. Parece que por cá tudo é mau e lá de fora só coisas boas.
Bom, ainda metiamos no mesmo saco os espanhóis pois sempre se dizia: "De Espanha nem bons ventos nem bons casamentos".
Precisamos de passar muitas mensagens destas para estimular o ego, pois também se diz que quem acredita consegue.

Cíntia Thomé, Escritora e Poeta. disse...

QUERIDA, ANDO UM POUCO AFASTADA SIM, ESTE ANO FOI UM POUCO DE LUTA POR TRABALHO,SAUDE E FAMILIA...MAS REALMENTE ESTAREI MAIS ATENTA SIM...QUEM SABE O ANO 10 SEJA MELHOR E VAI SER...OBRIGADO POR ME VISITAR SEMPRE
VOU DIMINUIR MINHA PARTICIPAÇÃO EM ALGUNS OUTROS SITES E CONCENTRAREI MAIS POR AQUI...
UM LINDO NATAL E QUE O ANO SEJA DE LUZ...LUZ...bjus

as-nunes disse...

E o problema é que é muito complicado conseguir convencer a maioria dos Portugueses que também coisas boas de que nos orgulhar!

Só falamos de desgraças e mais desgraças!
Será esse o nosso FADO?

Bj
António

Austeriana disse...

O problema dos portugueses, parece-me, não é tanto o do lamento e da crítica mas o de nada fazer para mudar o que está mal. Refilamos muito mas, como diz o Ricardo Araújo Pereira, não fazemos nada.

Sim, temos coisas maravilhosas e por isso mesmo há a tendência para destacar o que está menos bem, no intuito de encontrar maneira de melhorar.
Por outro lado, também não somos só fado... Temos um apurado sentido de humor, até perante os maiores infortúnios... aparece uma anedota bem caustica:)))

Beijinho.

G I L B E R T O disse...

Manuela

Temos que saber (aí como cá) encarar nossas fraquezas, e combatê-las com vêemencia.

Temos que saber (aí como cá) identificar nossas reais potencialidades e trabalhá-las para que elas nos melhores enquanto gente e países, e nos ajudem a combater nossas mazelas.

POrtugal e Brasil possuem a mesma raiz, e o mesmo mal costume de notabilizar as fraquezas e minimizar os sucessos!

Exaltemos antes de tudo o que é nosso, minha amiga, para que construamos países melhores para a nossa gente!

ABraços!

Post, como sempre, vanguarda e inteligente!