«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




segunda-feira, 2 de agosto de 2010

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA - PERGUNTAR NÃO OFENDE!....

Secretária de Estado da Igualdade

Elza Maria Henriques Deus Pais

Segundo disse, a Secretária de Estado da Igualdade, está em teste, em Coimbra e no Porto, um dispositivo que permite às vítimas pedirem ajuda às autoridades carregando apenas num botão.

SERÁ QUE VÃO TER TEMPO DE CARREGAR NO BOTÃO? E VAI FUNCIONAR?

As autoridades identificam e localizam de onde parte esse pedido de socorro.

E VÃO CHEGAR A TEMPO?

O dispositivo é semelhante a um telemóvel e também pode ser utilizado para aconselhamento.


E A PESSOA VIOLENTADA ONDE VAI ESCONDER ESSE APARELHO? E QUANDO ESTÁ A SER AGREDIDA VAI TER TEMPO DE CHEGAR LÁ? SERÁ ACONSELHÁVEL TRAZER O APARELHO SEMPRE CONSIGO SEM MOTIVAR SUSPEITAS?

Para breve será feita a vigilância electrónica aos agressores.


COMO? SERÁ QUE VÃO PÔR-LHE UM CHIP, PARA O ACOMPANHAR 24 HORAS?

Os agressores podem sofrer tratamento, mas só aplicado de forma voluntária.


E SERÁ QUE QUEREM?


Todas estas medidas terão que ter intervenção de um magistrado, o que implica a formalização de queixa e a abertura de um processo judicial.

LÁ VEM A BUROCRACIA E O ENREDAMENTO DA BUROCRACIA DÁ TEMPO PARA TUDO!..



Quando se pensa em violência doméstica, de uma forma geral ocorre-nos a violência entre homem e mulher, mas não sendo tão referida, também há a violência dos pais contra os filhos e dos filhos contra os pais, entre irmãos, sobre as pessoas idosas…a violência doméstica é muito diversificada!..

E A VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA?
CLARO, MEDIDAS SÃO TOMADAS, PODEM RESULTAR OU NÃO, O IMPORTANTE É SEMPRE FAZER QUALQUER COISA, MAS DA FORMA COMO SE ENCONTRA A SOCIEDADE E O NOSSO BARÓMETRO ACABA POR SER O JORNAL, O ACOMPANHAMENTO FAMILIAR A NÍVEL PSICOLÓGICO SERIA IMPRESCINDÍVEL.

15 comentários:

Valéria Sorohan disse...

De maneira geral, a violência psicológica está sempre presente na violência física e sexual, principalmente na violência doméstica. Acho que isso só pode ser resolvido com a educação, não existe outra forma.

BeijooO*

Fatima disse...

Olá Manuela!
Temos por aqui problemas iguais e leis que ainda não funcionam.
Bjs.

Misturação - Ana Karla disse...

Bom dia Manu!

Bem perguntado, dará tempo?
É lamentável cada vez mais aturar essas atitudes das autoridades.
Até onde?

Xeros

Eliane disse...

Ai Manú perguntar realmente não ofende, mas quanto mais perguntamos mais complicado fica, e mais difícil ainda de entender. Aqui no Brasil temos a lei Maria da penha(Brasileira tetraplégica que lutou pela lei por mais de 15 anos) foi uma vitória contra a violência, mais vejo nas conversas que as própria vitimas não crêem nas medidas criadas pra protege-las. è tão dificil perguntar quando já se sabe que a resposta não sera satisfatória. Um beijão e tenha um belo dia.

manuel marques disse...

É necessário ir ao fundo da questão,enviar torpedos pelos media e nada fazer já estamos fartos.A violência doméstica destrói o que ela pretende defender: a dignidade da vida, a liberdade do ser humano.

Beijo.

Barbie Girl disse...

Essa fica para vida toda...

beijos

Nilce disse...

Oi, Manu

Até parece que vc está falando do Brasil onde a violência, seja ela de que maneira for, é inadmissível, mas é constante.
São leis e mais leis e nnguém perde o medo.
Não sei onde isso vai chegar...
Até quando???
Excelente post!

Ah, minha net caiu, pra variar, e não comentei que o post de ontem está espetacular.
Parabéns!

Bjs no coração!

Nilce

Brown Eyes disse...

Não há tempo e quando há a autoridade não age, diz não poder. A melhor defesa é a nossa inteligência e saber terminar antes que ela comece. Quem é violento não ama e ninguém se convença do contrario, nem a ele próprio, Beijinhos

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

DETESTO QUALQUER TIPO DE VIOLÊNCIA,MAS CONTRA CRIANÇA É DEMAIS PARA MIM!

Isadora disse...

Manuela, que loucura isso! Toda e qualquer violência é aviltante e muitas vezes não temos como impedi-la. Infelizmente!
A violência psicológica que muitas vezes é mais sutil é triste.
Um beijo

Em@ disse...

Fico à espera...dos resultados.
entretanto, continuo com a campanha...
beijo

G I L B E R T O disse...

Manu


Grito providencial que me tem consigo no coro!

Há que se exterminar essa forma de violência que é brutal e que cria seres desagregadores e desagregados da familia e da sociedade em que vive!

No Brasil, o problema também é grandioso e, ainda que leis tenham sido feitas para socorrer as mulheres (Lei Maria da Penha), ainda assim, a negligencia das autoridades por vezes, tem acarretado em desastres e tragédias!

Voce, como sempre, antenada com as grandes causas, mon ami!

Sempre bom estar aqui!

Lúcia Soares disse...

Não sei se dará certo, Manu, mas é um caminho. Todos os dias tem que aparecer soluções. O que não pode é deixar como está.
A violência, infelizmente, sempre existiu, mas agora tomou proporções alarmantes, aí, como aqui - no Brasil -, e em toda parte. Acho que a divulgação da notícia, com detalhes, vai dando mais "corda" pros maníacos, psicopatas, agirem.
Podemos continuar falando, falando sempre.
Beijo!

São disse...

E tudo isso serve para quê , se mesmo que apanhe o agressor em flagrante delito a polícia não o pode deter?! Ou já alteraram a lei?

Vigilância electrónica? A falarem nisso de novo?!Desistiram da peregrina ideia do telemóvel?!

Entretanto já foram assassinadas mais de duas dezenas de mulheres, só em 2010!!!

Um abraço.

Beth/Lilás disse...

Boa noite, Manú!
Mas é mesmo muito estranha esta forma de agir numa violência doméstica - apertando um botão????!!!
Bom, o que não pode continuar a existir é a propagação da violência, mas ao que parece isto vem aumentando em todo o mundo.
beijos cariocas