«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




sábado, 20 de novembro de 2010

A ALDEIA VIRTUAL

O Zé, professor do básico reformado, já tem barbas e brancas E é uma delícia conversar com ele, sempre a contestar tudo! Foi meu companheiro na «aventura» dos pincéis. Ele continua nas aulas, eu deixei! Deixei também um grupo simpático e bem-disposto e de vez enquanto lá vou eu fazer-lhes uma visita e almoçar com eles.



-O que faz? Em que ocupa o seu tempo?


Lá lhe disse o que ando a fazer e naturalmente na conversa falei no blogue.


O Zé começando a falar não se cala, então disse:


-Também tenho um blogue há meses e nunca escrevi nada! Sabe, eu só escreveria se acrescentasse alguma coisa de diferente, mas se entrasse por aí só iria criar aborrecimentos! Eu não sou de grupos, não sou de corta uma lasca para estar bem com X ou Y, corta outra lasca para estar bem com A ou B. Há muita mentira e hipocrisia, é por isso que o mundo não muda. Em vez de dizer, é preciso fazer. Nos blogues há muito narcisismo, tenho lido coisas incríveis, o mundo que as pessoas «pintam» não é a verdade!


-E o que é verdade? Cada um tem a sua!..


-Mas as pessoas vivem na mentira como se fosse verdade e blá, blá, blá…


-Ó Zé quantas pessoas escrevem para ocupar o seu tempo e a solidão? Estão sempre à espera de uma palavra!.. Que interessa? Quem quer lê, quem não quer não lê!


Quis depois o nome do meu blogue e eu lá lhe disse, acrescentando de imediato é muito formal e convencional é só para passar o tempo!.. É onde despejo o que leio, o que vejo, o que gosto!..Também é uma forma de convívio!.. Gostava de mudar o mundo, mas…


-Virtual! Não é melhor o real?


-Mas estes acabam por estar bem mais próximos!


-Estão num clique do mouse, não é preciso sair, deslocar-se…A Manuela está a ficar muito sedentária, não é bom!


-Não é isso Zé, eu saio, eu vou ao ginásio, eu tenho a minha participação social, eu vim cá, para estar com os amigos…


-Quantas horas está ao computador?


-Oh, não vamos por aí, nem lhe digo!..


-Vou ver o seu blogue!


-OK, mas deixe rasto, para eu saber que passou por lá…


E deixou, uns andares mais abaixo!


Nesta «aldeia virtual» há de tudo, há pessoas surpreendentes, com um «mundo» onde gosto de entrar, pelos alertas sobre assuntos que me fazem reflectir, pelo seu gosto musical e poético, pelas suas ideias humanistas, pelas suas preocupações ecológicas, pela sua criatividade…por tanto que se esforçam por partilhar com os outros! Há também aquele género de blogue, que antecipadamente vejo que nada tem a ver comigo e passo à frente. Nunca me interessou ter muitos seguidores, nunca andei na «pedinchice» para fazer número, até porque gosto de conhecer as pessoas e até não é fácil ser tão assídua quanto desejava, mas lá vou chegando.

13 comentários:

Zélia Guardiano disse...

Formidável, Manuela!
Muito interessante!
Compartilho com você essa maneira de ver a blogosfera.
Aqui há realmente de tudo e nós, com nosso livre arbítrio, podemos perfeitamente selecionar...
Tenho tido grandes alegrias, depois que me lancei[não sem antes relutar] pelos caminhos virtuais .
Mas tudo é questão de ponto de vista e seu amigo também deve ter as suas razões, não é mesmo?
Enorme abraço, minha querida!

dade amorim disse...

De inteiro acordo, Manuela. Também não gosto de muitas das coisas que leio na rede, e nesses casos me limito a uma postura de polidez e vou passando adiante. Mas também é verdade que há gente assim como o professor de sua entrevista, e há também gente que faz boa literatura e vale a pena ler. Já dizia o poeta: "tudo vale a pena quando a alma não é pequena".

Beijinhos

manuel marques disse...

O que são os sonhos,virtualidaades?
Se assim é o mundo virtual sempre existiu.

Beijo e bom Sábado querida Manú.

pensandoemfamilia disse...

Sim Manu, é uma diversidade de temas e/ou pessoas e isto me atraiu. Podemos trocar, opinar, conhecer , enfim criar elos.
bjs

Astrid Annabelle disse...

Veja só Manú!
Cada um tem o seu motivo particular por ter criado um blog. Eu o fiz por estar acostumada a sempre ter muitos amigos.
Uma situação cardíaca me tirou do trabalho e do mundo real!. Fiquei um ano sem falar com ninguém a não ser com os de casa e com os peixinhos do mar.
Até que comecei um blog. Voltei a trocar idéias e a criar uma atividade social...e hoje ...bem não preciso de contar..você sabe...
Eu vivo nos dois mundos muito bem e muito feliz!
Gostei do seu tema.
Um beijo grande.
Astrid Annabelle

lolipop disse...

Boa noite Manuela!
Interessante esta sua história. por um lado o seu amigo tem razão, não nos podemos esquecer do mundo real, e sim, um blogue tem sempre algo de narcisismo, e sim, há de certeza quem corte uma lasca aqui, outra ali.
Mas é um prazer encontrar, (e tenho encontrado muitos), gente que escreve com o coração, traz a lume situações e assuntos que todos ganhamos em reflectir, e ainda é capaz de estender virtualmente uma mão amiga.
Como na vida real...há de tudo...para todos os gostos.
Abraço grande

Ana Paula Sena disse...

Uma excelente conversa, foi essa a que a Manuela teve com o seu amigo!

Concordo com ele em muito, aqui é preciso relativizar tudo ainda mais do que na vida real.

No entanto, é também aqui que acontece conhecermos pessoas que nos alegram. É o seu caso, para mim, Manuela :)

Portanto, continuemos... Com um beijinho amigo.

Em@ disse...

Manú,
muito interessante este teu post. com que então andaste numa "aventura de pincéis" eheheh
na blogosfera existe de tudo como na vida cá de fora.
basta estar atento, peneirar e seguir só o que nos interessa.
também não precisamos de estar muitas horas agarrados ao pc. eu pelo menos não estou. aprender a agendar é bom.
eu, tal como tu, também não "pedincho" e prefiro mil vezes ter 1/2 dúzia de amigos, bons e atentos, do que 300 só para fazer número...eu nem gosto de concursos.
beijo no <3

Sandra Botelho disse...

Realmente neste mundo virtual tem de tudo...Mas acho que podemos tirar o melhor de cada um, do que cada um tem a acrescentar, basta sermos seletivos.
Bjos linda tenha um doce domingo

Laura disse...

Ahhh e nós que ainda há dias falamos nos blogues e é algo que nos faz saltar da cama que nem uma mola, e entrar na vida dos amigos, uns mais outros menos, mas, gente que como nós, gosta de ter uns bons dias, ou boas noites e ouvir o que o pessoal diz para aí...

Gosto de um blogue, adoro, pois é algo que faço e sei que haverá sempre quem vai passar e deixar um pouco de si, mesmo que metade sejam diferentes, devagarinho vamos conhecendo pessoas que amanhã farão parte da nossa vida.

um beijinho querida manú e olha a a alegria que um blogue nos deu..

laura

Lilá(s) disse...

Só frequento blogues que me dizem algo, pena tenho de não ter mais tempo disponivél para ser mais assidua, na verdade sabe bem ir mantendo contacto com as pessoas que apesar de virtuais parece que conhecemos há anos. Os que não me dizem nada nem entro...outros acabam por ser quase um vicio.
Beijinhos

Brown Eyes disse...

É um mundo que, felizmente, tem poucos dicionários (ahahahahah), tem muita gente que nos dá muito carinho e muita informação. Beijinhos

Brown Eyes disse...

Também conheço um Zé, professor reformado, com um blog excelente. Beijinhos