«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




segunda-feira, 8 de novembro de 2010

GRANDE ACONTECIMENTO!...

Ontem grande derby na cidade do Porto. As vias foram cortadas para não haver problemas de violência e a camioneta do Benfica foi acompanhada com um grande aparato policial! Instalados os «artistas», que ganham montes de dinheiro…a propósito, uma ocasião falava com um colega e eu disse-lhe que era um escândalo os ordenados que recebiam, respondeu-me desafiador:

-Um futebolista é mais importante à sociedade de que um médico, ele pode dar felicidade a muita gente, que nem pensa em doenças!

Eu só disse: Ah!!!!

Às segundas-feiras, as conversas eram impossíveis! Nunca gostei de futebóis e muito menos de fanáticos, independentemente do clube são todos iguais!!!

Mas ontem, antes do jogo, a onda benfiquista andou pela cidade e como eu moro num local bom para desfiles automobilísticos, lá tive que sofrer a minha dose! Claxons e mais claxons, desde que começou a moda do claxom, é uma festa! Depois veio um camião daqueles com um volume de música que faz tremer os vidros das janelas e claro a última moda de fazer barulho, a vuvuzela! Que pelos vistos já tem séculos!!!

Não sei quem pintou este quadro, nem que título lhe deram, só sei que os anjos estavam agastados com o velhote e lhe deram cabo dos tímpanos!



No fim do jogo, silêncio!!!! Uns regressaram a casa pela calada, os outros rejubilantes pela vitória deviam ter enchidos os bares e bebido uns copos, mas não andaram pelas ruas a festejar!



O meu filho sugeriu que eu colocasse esta música do Zeca, é muito mauzinho, mas para ouvir o Zeca Afonso até vale a pena!!!!




AGORA NÃO FIQUEM ZANGADOS, PORQUE PARA MIM O LEMA É SEMPRE O MESMO, QUE GANHE O MELHOR!!!

15 comentários:

Sandra Botelho disse...

Amiga nem me fale em futebol...Porque é sobre isso que ouço falar o dia... todo todo dia, a mais de 20 anos, as vezes tenho vontade de fazer como o avestruz, enfiar minha cabeça em um buraco pra nunca mais ouvir falar nisso.Ando cheia.Caraca...Nada contra o futebol, mas quem trabalha com ele e os fanáticos, nossa vivem pra e pelo e pro futebol, eita vicio.
Bjos achocolatados

António Rosa disse...

Manuela

Super divertido o seu post. E o quadro com a vuvuzela (por cá chamamos de trombeta) é um achado.

:))

Chica disse...

Por aqui também a coisa é assim...Uma barulheira danada...Uns querendo gozar mais da cara dos outros...beijos,linda semana,chica

MJ FALCÃO disse...

Tem razão o seu filho... Venham mais cinco!
Pena que sejamos tão "sabidos" SÓ em futebol... Aí nunca faltam as ideias e as palavras.
Bem, tive pena que o Benfica perdesse, confesso, mas é mais uma questão familiar e afectiva pois não percebo nada.
Obrigada por vir visitar o meu blog!
Abraço amigo
o falcão

MJ FALCÃO disse...

Ah! Gostei da pintura dos anjos a dar cabo dos tímpanos ao santo!! E parabéns pelo seu blog!

AFRICA EM POESIA disse...

Gostei...a noite foi bonita é bonito ver calar as gargantas...

agora...calada estou eu...


umbeijo e deixo mensagem ...

manuel marques disse...

A bola é redonda e tem dois lados,o lado de fora e o lado de dentro.
Gostei da musica,venham mais 5,rsrsrs.

Beijo.

Luís Coelho disse...

Os futebóis não me afectam, mas hoje gostei de ver a goleada.
A afirmação desse senhor é muito pobre. Seria menos grave se falasse em desporto para todos.
Os jogadores também precisam de cuidados de saúde e os salários que recebem são um atentado nesta sociedade de fome e miséria.

Ana disse...

BOA!!!!! ADOREI!!
O quadro foi mm bem escolhido!
A propósito, o que são Claxons?
E obrigada pela visita ao SHE.

Maria Teresa disse...

Por aqui o domingo à tarde(e às vezes também o sábado) é sinônimo de futebol. Nem adiante querer fazer outra coisa, a não ser que seja sem companhia... Então, é um tal de grito pra cá, grito pra lá, é um tal de uns saindo às janelas para gritar mais que os outros. E isso porque o local é distinto e os prédios bem arranjados...
Beijos

Em@ disse...

Boa crónica!
detesto futebol e afins...mas sorri a ler-te.e claro adorei ouvir o venham + 5 do saudoso Zeca.
beijo no coração

Beth/Lilás disse...

Manú, isso é um caso global hoje em dia!
Por aqui também, em dias de jogos, ouve-se barulheira e gritos de gol, uma tremenda besteira. Os sujeitos enchem a cara, brigam por causa de um time, berram, sopram a maledita vuvuzela, buzinam e não ganham nem um centavo que estes tais jogadores ganham.
Detestável tudo isso!
um grande abraço carioca

Valéria Sorohan disse...

Aqui o frênesi é total em relação a futebol.

BeijooO*

Manuela Freitas disse...

Para a Ana, terei que dizer que devia ter escrito buzinas, mas saíu claxons, que nem sei se está bem escrito, é o problema dos estrangeirismos!...
Quanto a todos os outros, o meu agradecimento por passarem por aqui.
Quanto a futebóis, respeito a tendência de cada um, mas é um mundo de excessos de todos os tipos e aqui a conversa seria longa!...
Eu aborrece-me especialmente o fanatismo e o barulho, que perturbam a minha paz, mas de facto estamos numa época de barulho! Lamento que esta mesma energia não se reflicta em assuntos mais pertinentes! Acabamos por estar na antiga tríade: futebol para largar raivas, Fátima para consolar a alma e fado para nos tornar moles e sentimentais, chorando em vez de gritar!...
Um abraço para todos!

AC disse...

Manuela,
Como se socorreu do Zeca, perdoo-lhe a ousadia. :)

Beijo :)