«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




sexta-feira, 19 de novembro de 2010

MAS QUE SITUAÇÃO!?...

Mesmo em frente a onde moro, tenho assistido a cenas muito desagradáveis. Existe nesta zona, Bancos, várias lojas comerciais e mesmo uma confeitaria muito conhecida na cidade do Porto. Nos estacionamentos permitidos, os carros entram e saem com frequência! Como é natural há dois arrumadores habituais. Se a manhã é calma, tudo começa a piorar pela tarde até à exaustão de cenas de vernáculo duro e pancadaria!



Um deles é um rapaz novo, o Bruno, completamente perdido, teve uma fase que desapareceu, por acaso na altura vi-o e disse-me que estava curado, que a vida era outra, mas voltou! Quando está pedrado insulta as pessoas do pior, já aconteceu connosco, mas se no dia a seguir lhe dissermos alguma coisa, ainda lúcido, desfaz-se em desculpas e mais desculpas.


O Sérgio é de meia-idade e está completamente num caos! Disseram-me que tinha estudado, que era de boas famílias, que o tinham afastado pela sua irremediável conduta. Não sei exactamente a vida dele, só sei o que vou apreciando. Aparecia por aqui com a mulher, às vezes pedia, mas quase sempre era a mulher. O que nos surpreendia é que ficava na escada de um prédio a falar ao telemóvel, mas era uma pessoa de bom trato.



Um dia desapareceu e quando voltou estava muito mais magro, eu diria por metade. Perguntei-lhe o que lhe tinha acontecido, desfez-se num choro compulsivo e disse: a minha mulher morreu!
-Como?
-De manhã estava morta na cama!
-Tinha problemas?
-Andava a tratar-se, mas ela não ligava ao que eu dizia! Eu estou bem, sei controlar-me!


O que veio a acontecer é que, se não revelava e consumia, agora superou! Álcool e droga tornaram-no num homem violento e agressivo. Todos os dias anda à pancada, com o mais novo, por causa dos automóveis. As pessoas que estacionam se não lhe dão dinheiro são insultadas do pior ao mesmo tempo que dá pontapés nos veículos, muitos deles saem dos carros e lá vai uns murros. Todos os dias é isto! Vem a polícia fala com eles e vai-se embora, inclusivamente já tem vindo uma ambulância, tratam-no de pancada mais violenta e vão-se embora! As pessoas têm receio e até já me disseram que houve queixas das casas comerciais, devido a diminuição de clientela!


Não haverá uma forma de internar este homem e de o tratar?


É impressionante num sítio de tanto trânsito vê-lo no meio da rua a andar aos sssssssssssss!..


Já telefonei para a esquadra da zona, a polícia está farta de conhecer a situação! Disse-lhes que aquele homem precisa de ser tratado e responderam-me que estavam a resolver isso! Para quando? Não sei… Entretanto gritos e pancadaria são situações diárias!

12 comentários:

Ana Martins disse...

Boa noite Manuela,
até doí ver como as pessoas se perdem tão facilmente. O que me faz muita impressão é ver estes números a aumentar assustadoramente, não consigo entender, como é que os jovens estando alertados para todos os perigos da droga, ainda caiem nela.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Glorinha L de Lion disse...

Aff Manu, isso aí perto do que acontece aqui no Brasil é pinto! Nem imaginas a que somos submetidos por pivetes, traficantes, ladrões, guardadores de carros, que nos obrigam a dar dinheiro ou teremos nossos carros arranhados, vidros quebrados ou mesmo amassados. O crack tomou conta das ruas...um inferno! E a polícia...onde anda mesmo a polícia? Esse país virou o inferno na terra amiga Manu, é só o que te tenho a dizer...beijos.

Lilá(s) disse...

E casos desses aumentam de uma maneira assustadora! é muito triste quando se assiste de perto á degradação de um ser humano e nada se pode fazer...
Bjs

manuel marques disse...

O mais importante na vida não é a situação em que nos encontramos, mas a direcção para a qual nos movemos ,quando um país já não tem capacidade para tratar os seus doentes,está tudo dito.

Beijinho e bom fim de semana.

Pedrasnuas disse...

SE O HOMEM É DOENTE, QUE ESPERAM? O PROBLEMA COMEÇA AQUI. É PRECISO TRATAR AS PESSOAS.SEJAM JOVENS ,MEIA IDADE OU VELHOS. SE SE DROGAM É POR DIVERSAS RAZÕES. E PRECISAM DE AJUDA E ESSA AJUDA NÃO EXISTE. E COMBATEM TUDO À PANCADA E À BRUTA. E COMO SABEMOS VIOLÊNCIA GERA VIOLÊNCIA...

BEIJINHOS E UM EXCELENTE FIM DE SEMANA

G I L B E R T O disse...

Manu

quando as pessoas estão dentro de um buraco e buscam como saída, o alcool e as drogas, fazem é cavar ainda mais para baixo...

sinto que isso é uma evidente demonstração de fraqueza, é uma fuga para lugar algum, pois não existe lugar onde os problemas não acompanhe seus donos!

Só existe uma forma de exorcizar os problemas - enfrentando-os!

belissimo texto, mon ami adorável!

ADiniz disse...

É duro sim ver as pessoas entrarem e situações que elas por vezes não tem capacidade de se reequilibrar sozinhas.
Penso ha oportunidade pra refazermos tudo que achamos não ser positivo então pode parecer utópica a idéia porem dou sempre credito aquele que por mim pedi ajuda, uma , duas, três x , e quantas forem necessárias com todo o cuidado que cada caso necessite, principalmente quando há menores envolvidos.

Bjinhos e um bom final de semana.

AFRICA EM POESIA disse...

Comovente a tua história. este é o país que temos e ningué dá a mão a estes casos...

Deixo um beijinho... e poesia---


Vim caminhando devagar mas com segurança.

CAMINHAR


Caminhar e parar
Chegar e não chegar...

Caminhei...
E cheguei...
Parei...
E não cheguei...

A contradição
Do certo e do errado
O caminhar e o parar...

É preciso caminhar...
É preciso agir...

Só assim
Cheguei e consegui!...

LILI LARANJO

Laura disse...

Que horror e porque deixam que aconteça siso, porque não o tiram dali simplesmente e acaba-se a confusão e bate nas pessoas? valham-me, ó valham-me..
Que vidas.

um xi da laura

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

vícios... coisa mais triste né.
a degradação do ser, a vida q se transforma em esgoto.

é triste, a gente fica indignado com a vida indigna. é algo assustador.

tenhamos fé em tempos melhores...
bom fim de semana, Manu!

Valéria Sorohan disse...

Que história triste, é muito corriqueiro aqui em São Paulo também.

BeijooO'

Sandra Botelho disse...

Poxa amiga...Vejo situações semelhantes aqui tbem. Sinto pena porque muitas destas pessoas, são pessoas capazes, inteligentes, que precisam apenas de ajuda.
Muito triste isso.
Bjos achocolatados e um lindo final de semana pra ti.