«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




sexta-feira, 12 de novembro de 2010

BOM FIM-DE-SEMANA!....




Quem me leva os meus fantasmas

Pedro Abrunhosa

Aquele era o tempo

Em que as mãos se fechavam

E nas noites brilhantes as palavras voavam,

E eu via que o céu me nascia dos dedos

E a Ursa Maior eram ferros acesos.

Marinheiros perdidos em portos distantes,

Em bares escondidos,

Em sonhos gigantes.

E a cidade vazia,

Da cor do asfalto,

E alguém me pedia que cantasse mais alto.

.

Quem me leva os meus fantasmas?

Quem me salva desta espada?

Quem me diz onde é a estrada?

Quem me leva os meus fantasmas?

Quem me leva os meus fantasmas?

Quem me salva desta espada?

E me diz onde é a estrada

.

Aquele era o tempo

Em que as sombras se abriam,

Em que homens negavam

O que outros erguiam.

E eu bebia da vida em goles pequenos,

Tropeçava no riso, abraçava venenos.

De costas voltadas não se vê o futuro

Nem o rumo da bala

Nem a falha no muro.

E alguém me gritava

Com voz de profeta

Que o caminho se faz

Entre o alvo e a seta.

.

Quem leva os meus fantasmas?
.../...

.
De que serve ter o mapa

Se o fim está traçado,

De que serve a terra à vista

Se o barco está parado,

De que serve ter a chave

Se a porta está aberta,

De que servem as palavras

Se a casa está deserta?

.

Quem me leva os meus fantasmas?
.../...

18 comentários:

AC disse...

Gosto muito de ouvir Pedro Abrunhosa.

Um bom fim-de-semana também para si, Manuela!
(Sabe que muito pouca gente utiliza o hífen no fim-de-semana? Até vir o acordo, regra é regra, e o português correcto cai sempre bem)

Beijo :)

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

QUERIDA BOM FIM DE SEMANA PARA VOCÊ TAMBÉM!

manuel marques disse...

Um bom fim de semana querida Manú.

Chica disse...

Muito legal!beiojos e lindo fds!chica

Beth/Lilás disse...

Manú, querida!
Eu não conheço este cantor e adorei ouvi-lo por aqui!
Bela poesia.
bjs cariocas

Astrid Annabelle disse...

Olá Manú!
Não conhecia...mas gostei!
Um beijo grande e bom final de semana para ti igualmente.
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Olá Manuela, vim agradecer-lhe e deixar-lhe um abraço por ter ido ontem à festa que houve no 'Cova do Urso'. Só não vim mais cedo, por falta de tempo.

António

Lilá(s) disse...

Bom fim de semana, sem fantasmas claro...
Bjs

BRANCAMAR disse...

Olá Ana,

Os poemas do Pedro Abrunhosa são sempre muito lindos.
Desculpa alguma ausência, sei que tenho algo para te responder, fá-lo-ei agora no fim de semana.
Ando a fazer uma medicação, adormeço cedo e não tenho conseguido estar muito por aqui, com os horários rígidos da vida profissional a semana passou depressa.

Beijos e até breve
Branca

BRANCAMAR disse...

Manuela,

Desculpa a troca de nome, é que também estava a comunicar com a Ana Martins por causa do livro dela e por isso me saiu Ana em vez de Manuela, já te expliquei melhor lá no meu sítio.

Beijinhos
Branca

Fernanda disse...

Gostei /Gosto!

Beijinhos

Tatá disse...

acho esta musica fantásticaa!
já havia visto em outro blog, mas nunca perde a magiaa.
adorei aqui! x)

Luma Rosa disse...

Não conhecia a música! :) A letra é bastante forte e questionadora. Ouvindo me lembrei de uma música brasileira que o cantor nada tem do timbre de Pedro Abrunhosa, mas que a mensagem responde a estes questionamentos - veja http://www.youtube.com/watch?v=Ik5pd5H6iVY

Bom domingo! Beijus,

Nilce disse...

Bom demais Manu.

Excelente domingo para você.

Bjs no coração!

Nilce

Maria Letra disse...

Grande poema, Manuela. Não conhecia. Estou cá com um aperto no coração! Não porque só agora senti a importância deste tema, mas porque, cada vez que penso nele, sinto que estou a mexer numa ferida incurável!

Pedrasnuas disse...

O POEMA É LINDO.ADOREIII....E HÁ FANTASMAS QUE FICAM PARA A VIDA TODA... E A ESPADA CONTINUA A DESCER E A CORTAR A CARNE E A ALMA...E NINGUÉM DIZ ONDE É A ESTRADA...PORQUE NINGUÉM QUER SABER DA DOR DOS OUTROS...A PALAVRINHA "SOLIDARIEDADE" SÓ É DITA PORQUE É MODA...

EXCELENTE VÍDEO QUE FALA DA REALIDADE DOS POBRES.

MUITOS BEIJINHOS E MANNÚ GOSTEI DE SABER DAS TUAS SAUDADES PELO MEU MODELITO...:)

elisabete disse...

Gostei muito de ouvir o Abrunhosa, mas o vídeo é chocante pôs-me virada ao contrário.
Beijoca.

Brown Eyes disse...

Pedro Abrunhosa é um dos meus preferidos. A que mais gosto é o Momento.
Uma espécie de céu
Um pedaço de mar
Uma mão que doeu
Um dia devagar
Um Domingo perfeito
Uma toalha no chão
Um caminho cansado
Um traço de avião
Uma sombra sozinha
Uma luz inquieta
Um desvio na rua
Uma voz de poeta
Uma garrafa vazia
Um cinzeiro apagado
Um hotel na esquina
Um sono acordado
Um secreto adeus
Um café a fechar
Um aviso na porta
Um bilhete no ar
Uma praça aberta
Uma rua perdida
Uma noite encantada
Para o resto da vida

(Refrão)
Pedes-me um momento
Agarras as palavras
Escondes-te no tempo
Porque o tempo tem asas
Levas a cidade
Solta me o cabelo
Perdes-te comigo
Porque o mundo é o momento
(repete)

Uma estrada infinita
Um anuncio discreto
Uma curva fechada
Um poema deserto
Uma cidade distante
Um vestido molhado
Uma chuva divina
Um desejo apertado
Uma noite esquecida
Uma praia qualquer
Um suspiro escondido
Numa pele de mulher
Um encontro em segredo
Uma duna ancorada
Dois corpos despidos
Abraçados no nada
Uma estrela cadente
Um olhar que se afasta
Um choro escondido
Quando um beijo não basta
Um semáforo aberto
Um adeus para sempre
Uma ferida que dói
Não por fora, por dentro

(Repete o refrão 2x)

Beijinhos