«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




quarta-feira, 8 de setembro de 2010

2 - ZAMORA

Zamora é bastante conhecida pelos seus cerimoniais da Semana Santa. Por aquilo que conheço de Espanha, tenho a impressão que os espanhóis são mais praticantes dos rituais católicos. Serão mais crentes? Mais tradicionalistas? Não sou a pessoa indicada para avaliar isso.



À chegada a Zamora ou melhor ao Casco Velho, uma procissão passava pelas ruelas, foi um espectáculo suplementar, muito diferente das procissões aqui em Portugal, se bem que já não devo ver uma procissão há muitos anos.












Catedral Românica


Castelo

Uma das ruas principais da zona antiga

Em Zamora lá está a estátua do nosso conhecido Viriato, que foi um dos líderes da tribo lusitana, que confrontou os romanos na Península Ibérica.
Em Zamora ocorreu, o célebre Tratado de Zamora, diploma resultante da conferência de paz entre D. Afonso Henriques e seu primo, Afonso VII de Leão e Castela. Celebrado a 5 de Outubro de 1143, esta é considerada como a data da independência de Portugal e o início da dinastia afonsina. A soberania portuguesa, reconhecida por Afonso VII em Zamora, só veio a ser confirmada pelo Papa Alexandre III em 1179, comprometendo-se então o monarca português, ante o cardeal, a considerar-se vassalo da Santa Sé, obrigando-se, por si e pelos seus descendentes, ao pagamento de um censo anual.

12 comentários:

Glorinha L de Lion disse...

Sempre a Igreja, onde quer que se vá, lá está ela, marcada a ferro e fogo na alma dos países ibéricos, nos tratados, na sua história e no seu povo, consumindo-se em pecados e culpas...mas, salvam-se as lindas roupas, os bordados e o lado histórico da coisa toda, se soubermos separar o joio do trigo..hehe, que estou me jogando às feras! Adorei as ruelas,lembram as ruas da minha amada Itália. Beijos querida.

Deia disse...

Querida Manu, lindas imagens. Há uma foto em que aparecem bonecos gigantes e não sei se você conhece os bonecos de Olinda, figuras gigantescas que desfilam nos dias de carnaval. Fico imaginado que a tradição da confecção de tais bonecos possa ter sua origem em Espanha... Um beijo, Deia.

Sandra Botelho disse...

Que festa bonita amiga, obrigado por compartilhar cultura com todos nós.
Amiga você conhece por ai um lugar chamado Vinhedo ou vinhedos?
É o lugar onde mroava o pai da minha sogra.
E ela é louca pra conhecer, já me disse que antes de morrer que ir lá e quer que eu vá com ela.
Bjos achocolatados

Maria disse...

Belíssima continuação de um passeio que não vais esquecer...

Beijo, Manuela.

Yoyo disse...

Oi Manú!
Estou de volta querida.
Essa é uma procissão bem bonita, pelo menos,rs.
Sabe, minha filha( primogênita) está viajando aí pela Europa e essa semana ela passou por Portugal. Simplesmente amou demais! Conheceu Lisboa, Sintra, Cascais e Estoril...Lembrei de você.
Beijinhos

Nilce disse...

Oi, Manu

Mandei um comentário e deu erro.

Admiro muito as crenças e culturas de todos os povos.
Uma verdadeira viagem no tempo e na história. Lindas as fotos, as roupas, os lugares.
Adorei o post. Obrigada por compartilhar conosco tanta beleza.

Bjs no coração!

Nilce

manuel marques disse...

Diverte-te.

beijo.

Duarte disse...

Vou de arrepio em arrepio...
Arrepio o que senti no momento em que entravam os andores na Catedral, que é por uma porta lateral, a única pela que podem entrar; mas os portadores entram de joelhos pois a altura não permite que seja doutro modo, a imagem inclinava-se, a emoção crescia... aquela sena, a expressão da imagem, o som e a chuva a cair lá forra fizeram o resto.

Que grande aquele Egas Moniz!

Beleza nas imagens.

Posso concluir, pelos muitos anos que vivo aqui, que as tradições estão muito arraigadas e sentem-se orgulhosos delas, e as crenças religiosas são mais acentuadas nesta parte do País, Castela, e na Andaluzia.

Os meus parabéns por tão imensa reportagem.

Beijinhos e a minha admiração

Fatima disse...

Muito interessante Manu!
Gosto muito de festas que mostram a tradição de um povo.
Bjs.

Valéria Sorohan disse...

Manuela adorei as imagens, eu ainda não conheço a Europa e suas tradições, por isso absorvi muito suas fotos.

BeijooO'

Barbie Girl disse...

Amo vir aqui e conhecer novos lugares através de sua descrição e das belíssimas imagens. Menina eu amo castelos, as igrejas, essas ruas são incríveis, me imagino andando por aí! Parabéns pela incrível viagem, que parece estar sendo inesquecível!!

Bom, a festa no meu cantinho só esta começando, teremos blogagem coletiva dia 16/09 sobre Amor, participe e me ajude a espalhar esse belo sentimento!!

beijos

Lúcia Soares disse...

Manu, continuo "viajando" com você. Uma viagem belíssima. Obrigada por compartilhar.
Beijo!