«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




sábado, 25 de setembro de 2010

MAESTRINA JOANA CARNEIRO

Sobre a sua vida, ainda curta e tão bem sucedida, Joana Carneiro diz simplesmente que teve sorte! A maestrina é de facto muito modesta, porque trabalhou muito e sempre esteve disponível para aprender, só assim a maestrina chegou a Directora Musical da Orquestra de Berkley na Califórnia, em 2009, sucedendo a Kent Nagano depois de 30 anos no cargo. Anteriormente foi Maestro Assistente da Filarmónica de Los Angeles (2006-2008).



Ganhou atenção como finalista em 2002 no Maazel-Vilar Conductor's Competition no Carnegie Hall. Tendo ganho o Young Musician's Foundation's 2002, cujos últimos vencedores incluem, entre outros André Previn, Michael Tilson Thomas e Lucas Richman. Em 2005/06, foi a Maestro Convidado da Orquestra Metropolitana de Lisboa, e em 2006/07 foi nomeada Maestro regente convidada da Orquestra Gulbenkian
Joana Carneiro louva os seus pais que lhe deram o melhor que se pode dar aos filhos: espaço para fazer o seu caminho e oportunidade de concretizar os seus sonhos. Ainda guarda a batuta que os pais lhe deram aos 7 anos e, difícil era antever uma carreira nesta área, por muitas razões, até mesmo por ser mulher.


Joana Maria Amaro da Costa Luz Carneiro, nasceu em Lisboa em 1976 (Lisboa, 30 de Setembro de 1976)

MAIS SOBRE JOANA CARNEIRO EM: http://www.musica.gulbenkian.pt/cgi-bin/wnp_db_dynamic_record.pl?dn=db_musica_bios_pt&sn=musica&orn=1245
 

2 comentários:

Maria disse...

Muito sucesso é o que lhe desejo. Porque vencer neste campo da arte não é fácil!

Beijo.

Beth/Lilás disse...

Uau, que espetáculo, não a conhecia!
Adorei saber por aqui.
bjs cariocas