«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




quinta-feira, 1 de julho de 2010

COMPLETAMENTE NUAS ATÉ AO OSSO...

O cúmulo dos modelos esqueléticos, da Eizo: Pin.up Calendar 2010, está a fazer furor por apresentar as meninas mais formosas, mais do que em nu integral, são apresentadas literalmente em raio-x. Tudo é mostrado até ao osso.
E ao ver isto numa revista, lembrei-me desses casos chocantes de bulimia/anorexia. Muitas jovens e não jovens passam por isto, tb esse problema passou cá por casa.
SOBRE ESTA PROBLEMÁTICA, há vários sites, pode ir por exemplo AQUI

8 comentários:

manuel marques disse...

Um flagelo dos nossos dias.

Beijo.

Sandra Botelho disse...

Ess ditadura da magreza é desastrosa e destruidora, alem de ser de uma ignorancia sem tamanho...
Bjos achocolatados.

Vim lhe convidar para conhecer Female.

http://femaleandfriends.blogspot.com/

Beth/Lilás disse...

As mulheres ocidentais, principalmente, ainda estão ligadas a essa massificação da beleza física.
Uma pena! A maioria que pensa somente nisso, estaciona nisso também.
bjs cariocas

Eliana Pessoa disse...

Manú outro dia fui ver um desfile ,fiquei com pena daquelas moças só tinham joelho!
coitadas fiquei imaginando elas sem roupas deve ser muito feio nem uma curvinha só ossos!!!
BEIJO

Naty e Carlos disse...

"Quanto mais estendermos nossas mãos ao próximo... mais Deus se aproximará de nossas mãos. "
Bom fim de semana
Bjs

Marliborges disse...

Engraçado, se não fosse trágico! Como disse o Manuel, "um flagelo dos nossos dias." Bjsss

Luís Coelho disse...

Nem sei o que dizer.
Por vezes perdem toda a beleza e apresentam-se tão vazias por fora como por dentro.
Tantos que passam fome por não ter um pedacito de pão e estes figurinos não comem para serem mais belos esqueleticamente.

Laura disse...

Pois é sempre queremos ser elegantes e se educarmos a boca...mas se queremos tudo e a beleza também, mau, mau... nunca fui escrava de nada, em jovem claro que era elegante, quase todas somos, depois de ter os filhos engordei, claro, voltei ao peso de sempre e agora? ah, devagarinho lá vou perdendo peso nas caminhadas e tirando à boca o que é demais..Beijinho da laura