«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




domingo, 21 de fevereiro de 2010

DE UM DIA PARA O OUTRO....


A Madeira assolada por um grande temporal está num CAOS!...
Sinto-me afectada com todo o sofrimento de perda!...
As imagens vistas através da televisão são impressionantes!...
Quer seja na Madeira, no Haiti, seja onde for, estes acontecimentos caiem fundo e deixam-me com muita tristeza.
















No mundo onde vivemos, a nossa fragilidade é imensa...

12 comentários:

Regina disse...

Oi Manú...

Essas tragédias ambientais têm se manifestado por todo o planeta... talvez, reflexo de atos impensados e egoístas do homem... Estamos pagando caro pela ganância humana...

Vamos pedir mais luz ao nosso planeta...

Que você tenha uma semana mais alegre e feliz!!

Beijo!!

(Obs. 1: No inverno, tendemos a ficar mais introspectivos e tristes, por isso que mesmo com o calor escaldante que faz aqui, ainda prefiro o verão!! Obs. 2: Admiro pessoas engajadas que se preocupam com que acontece em seu país... eu só não comento qdo vc fala sobre política porque não estou a par dos acontecimentos em seu país. Corro o risco de falar asneiras!... Beijos!!)

Austeriana disse...

Verdadeiramente assustador e inacreditável. Sem palavras.

Manuela Freitas disse...

Olá Regina,
De facto as tragédias naturais têm sido aterradoras e nós bem sabemos o mal que é feito ao nosso planeta, como tu bem dizes!...
Minha querida, já nem sei se é o Inverno, se são as trapalhadas políticas...as razões para um certo desânimo que sinto, mas isto há-de passar. Quanto à política eu compreendo que não te manifestes, eu também não sei quase nada do que se passa por aí e se queres que te diga a política é um nojo!...
Obrigada pelas tuas palavras e também desejo para ti uma boa semana.
Muitos beijinhos,
Manú

Manuela Freitas disse...

Cara Austeriana,
Perante situações destas, toda a prosápia é desnecessária!... NÃO SOMOS NADA!
Bjs,
Manuela

c.a. disse...

Estive lá há pouco tempo. Nunca me passou pela cabeça que pudesse acontecer uma tragédia assim...
Abraço

Nes disse...

Hola Manuela, hoxe cando vin as imaxes na televisión sentinme mal, penseí en ti, por que sabia que ias escribir sobre eso.

E certo que as veces a man do home costruye indicriminadamente, non sei si este e o caso, tamen sei que cando a forza da naturaleza se desvoca non hay quen na poida parar.

O meu pesame sinceiro as xentes de Madeira e Portugal, para tí un forte abrazo.

manuel marques disse...

"toda a prosápia é desnecessária!..."Está tudo dito.Um abraço para si e um grande abraço solidário para as vítimas desta tragédia.

Carlos Albuquerque disse...

Devastador!
Oxalá os políticos se deixem de jactâncias e saibam, na reconstrução da Madeira, respeitar a Natureza, ordenar devidamente o território e acabar com autênticos ghetos como o Curral das Freiras, que conheci.

Bjs

Glorinha disse...

Muito triste mesmo Manu...ainda outro dia, no ano novo, foi aqui, em Angra dos Reis...E isso aí, na Madeira, me fez triste, pois minha avó era da Ilha Terceira, Açores...senti muito isso que houve aí...É a natureza a se rebelar contra o homem...
Beijinhos.

Ana Paula Sena disse...

A minha profunda tristeza e total solidariedade com os habitantes da Madeira.

Um abraço para si, Manuela.

Maria de Fátima disse...

Olá Manuela, é bem verdade não somos nada nesta vida.Estou solidária com as pessoas da Madeira, tive o privilégio de conhecer a ilha em 1998.Beijocas.

Manuela Freitas disse...

Amigas(os)
Infelizmente a tragédia aconteceu e agora é tempo de resolver os problemas, mas como disseram por aqui, também é tempo de reflectir no mal que se faz ao planeta e nas agressões constantes à Natureza. Que a Madeira possa ser reconstruída, tendo presente que há uma força da natureza, que tem que ser respeitada.
Beijinhos para todos,