«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




domingo, 14 de fevereiro de 2010

DIA DE S. VALENTIM

São Valentim, é um santo reconhecido pela Igreja Católica e igrejas orientais. O nome refere-se a pelo menos três santos martirizados na Roma antiga.
Durante o governo do imperador Cláudio II, este proibiu a realização de casamentos em seu reino, com o objectivo de formar um grande e poderoso exército. Cláudio acreditava que os jovens se não tivessem família, alistariam-se com maior facilidade. No entanto, um bispo romano continuou a celebrar casamentos, mesmo com a proibição do imperador. Seu nome era Valentim e as cerimónias eram realizadas em segredo. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens jogavam flores e bilhetes dizendo que os jovens ainda acreditavam no amor. Entre as pessoas que jogaram mensagens ao bispo estava uma jovem cega: Asterias, filha do carcereiro a qual conseguiu a permissão do pai para visitar Valentim. Os dois apaixonaram-se e milagrosamente a jovem recuperou a visão. Valentim foi decapitado em 14 de Fevereiro de 270. Esta é uma versão, possivelmente há mais.


http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%A3o_Valentim
DELICADEZAS, MIMOS...PORQUE NÃO? É SEMPRE AGRADÁVEL TODOS OS DIAS, MAS HOJE...PONHAM DE LADO A PRESSÃO DO CONSUMO, O «KITCHE» QUE ALGUNS VÊEM NESTAS COISAS, BASTA UMA FLOR, UM CHOCOLATE...UMA PEQUENA COISA QUE FAÇA A DIFERENÇA DO DIA...

2 comentários:

Regina disse...

Ai,ai, Manú!!

Receber flores é tão bom, né?!! Creio que não há quem não goste!!

Um feliz dia dos namorados aí para você, vocês!!

Beijo, boa semana!!

(P. S.: Muito obrigada por suas palavras! Você, como sempre, tão gentil!! Beijo!!)

Cris França disse...

Que o romantismo nunca deixe de existir, mesmo ante a tantos sentimentos banais. bjs