«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




domingo, 21 de março de 2010

PRIMAVERA E POESIA...

Primavera - BOTTICELLI

ESPERANÇA

Quero ignorado, e calmo
Por ignorado, e próprio
Por calmo, encher meus dias
De não querer mais deles.
Aos que a riqueza toca
O ouro irrita a pele.
Aos que a fama bafeja
Embacia-se a vida.
Aos que a felicidade
É sol, virá a noite.
Mas ao que nada espera
Tudo que vem é grato.

FELICIDADE

Cada dia sem gozo não foi teu:
Foi só durares nele. Quanto vivas
Sem que o gozes, não vives.
Não pesa que amas, bebas ou sorrias:
Basta o reflexo do sol ido na água
De um charco, se te é grato.
Feliz o a quem, por ter em coisas mínimas
Seu prazer posto, nenhum dia nega
A natural ventura!

RICARDO REIS

7 comentários:

Maria Josefa Paias disse...

.
Querida Manuela,

São belíssimos os poemas que escolheu e que também mereceram a minha atenção no Direito e Avesso há algum tempo precisamente por senti-los adequados ao modo como sinto.

Beijinho e bom Domingo.

direitinho disse...

Linda esta postagem.
Aqui se entende o ditado popular:
- Quem nada tem é feliz com todo o bem que vem.

manuel marques disse...

Primavera e poesia,dois condimentos que me agradam...

Beijos.

Espero que tudo esteja a correr pelo melhor.

Glorinha L de Lion disse...

Querida! Então estás de volta...e logo com esses dois belíssimos poemas de Pessoa/Ricardo...um presente a nos brindar aqui, o outono, aí, a primavera...as duas mais belas e cheias de significado das estações...que tudo seja novo e renovado em tua vida!
Grande beijo e espero que tudo esteja bem!

continuando assim... disse...

antes de mais nada, as minhas desculpas por este comentário não ter a ver com o post...
ma é só um

Convite

O livro "Continuando assim...", foi maltratado...

Resolvi por isso, e porque tanta gente não encontra o livro onde deveria estar (nas livrarias), recontar a história
Lá no …. Continuando assim…

Vamos em metade da história, o livro reescrito, não está igual (nem poderia!) ao que foi editado.
Obrigada a todos os que vão seguindo ( pois só assim vale a pena).
E já lá vão mais de 200 comentários de pessoas tão diferentes umas das outras…
Um obrigada especial a quem ainda não conhece, e chega de novo

Mais uma reflexão em relação a todo este assunto, e um conselho, se é que me é permitido:

--- quando vos pedirem dinheiro para editar as vossas palavras, simplesmente digam que não ---
BJ
Teresa

mdsol disse...

Excelentes escolhas para assinalar a entrada da primavera!

Pois sou portuense, portista ...Olá vizinha.

:))))

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Duas boas escolhas para assinalar o dia.
Abraço