«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




quinta-feira, 4 de março de 2010

A SINGLE MAN


UM HOMEM SINGULAR
REALIZAÇÃO TOM FORD (Primeira obra de um estilista)
INTERPRETAÇÃO: Colin Firth, Julianne Moore…
Adaptação do romance homónimo de Christopher, considerada uma obra seminal da literatura gay. A acção que tem a duração de um dia, decorre em Los Angeles, em plena crise dos mísseis de Cuba e centra-se na figura de um professor de meia-idade que enfrenta uma depressão, devido à morte do seu companheiro de longa data, num acidente de viação.
Por trás de uma fachada de opaca formalidade, George (Colin Firth) é um homem frágil e delicado, para quem a perda do seu amado, é a perda da sua razão de viver.
O filme é uma meditação intimista e sensibilíssima acerca da fragilidade da vida e do espírito humano, que revela um realizador «estilista» em toda a acepção da palavra. Colin Firth, tem uma interpretação cheia de nuances emocionais e está nomeado para um Óscar, tendo já recebido o prémio de interpretação no Festival de Veneza. De assinalar também a excelente banda sonora.


1 comentário:

Me disse...

Manu querida,
ando lendo muito e vendo poucos filmes...da lista só vi um...rsss
adoro Morgan torço por ele mesmo sem te-lo visto.
Bjos!!!