«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




quarta-feira, 31 de março de 2010

PÁSCOA - TRADIÇÕES VIVIDAS/TRADIÇÕES PERDIDAS

Da Páscoa da minha infância, lembro-me de várias coisas: roupa nova, família reunida, almoço especial e depois à entrada da porta colocavam-se uns verdes, para depois entrar o Compasso, o padre trazia uma cruz que se beijava. A minha mãe sempre dizia para dar um beijo no ar, não tocando com os lábios na cruz (os contágios) e o meu pai tinha sempre um envelope na mão. Era uma data alegre com muitas amêndoas e ovos e coelhos de chocolate.
A Páscoa é uma data extremamente importante no calendário Cristão, mas evidentemente que as tradições vão-se perdendo, na cidade praticamente acabou o Compasso e os rituais religiosos acontecem, mas já não têm o mesmo impacto. Relativamente às tradições gastronómicas, podem ser variáveis de região para região, aqui no Norte predomina o cabrito assado, o Folar e o Pão-de-Ló, mas muitas tradições se foram perdendo e hoje em dia, cada um come o que quer e o que pode.



CABRITO ASSADO

Segundo a religião cristã, a Páscoa era festejada, matando o cordeiro pascal. O cordeiro morto tinha que não ter defeito, macho e do 1° ano. Quando não fosse encontrado o cordeiro, podiam os israelitas matar um cabrito. Naquela mesma noite devia ser comido o cordeiro, assado, com pão ázimo, e uma salada de ervas amargas.

RECEITA: http://comezainas.clix.pt/receitas/subcategoria.asp?IDCat=3&IDSubCat=12&Pos=0

PÃO-DE-LÓ

Não se conhecem as razões do surgimento desta iguaria, apenas que tem origem conventual. Recorde-se que as comunidades monásticas, nomeadamente as femininas, eram integradas por professas oriundas das melhores famílias do Reino, e que estas ocupavam o seu tempo, preparando doçaria exótica destinada aos seus convidados ilustres.

RECEITA: http://comezainas.clix.pt/receitas/receita.asp?IDRec=441&IDCT=7&IDSCT=87&CT=C


FOLAR DA PÁSCOA

O folar é tradicionalmente o pão da Páscoa em Portugal, confeccionado na base da água, sal, ovos e farinha de trigo. A forma, o conteúdo e a confecção varia conforme as regiões de Portugal e vai desde o salgado ao doce.

RECEITA: http://www.receitasdecozinha.com/folar-da-pascoa-r-331.html


BOA PÁSCOA PARA TODOS

11 comentários:

Richie disse...

Ola Manuela! Vim retribuir a visita, seguir teu blog e dizer que gostei muito de conhecer os pratos tradicionais de Páscoa de Portugal, que são bem diferentes dos nossos. Vou copiar as receitas, primcipalmente as doces!
bjo, e feliz páscoa! :D

Bordados e Retalhos disse...

Só não vou até aí pra passar a Páscoa com vc pq ontem fui ao médico, aliás médica (Drª Juliana, uma graça, minha amiga querida) e engordei pra caramba depois das férias. Só vou abrir uma escessãopara a torta capixaba. Rsrsrs. Uma beleza esse seu cardápio Manuela. Parece que fica muito bom, tem um jeito (já que não senti o gosto, e nem o cheiro) de família reunida. Bjs

Vivi disse...

Oi Manuela
Que gostoso receber sua visitinha no meu blog...gostei tanto!!!!
nossaaaa... sua receitas são apetitosas !!!!!!
Adorei seu blog...virei mais vezes aqui!!!!
com carinho
bjs

Glorinha L de Lion disse...

Manu, que delicia essas gostosuras...minha avó fazia cabrito ao vinho e foular, mas eu era tão pequenina que nem me lembro dos sabores...minha avó era da Ilha Terceira mas veio pra cá aos 6 anos...mas cozinhava muito bem...nem sei como aprendeu...
Bjs. E feliz páscoa!

Maria de Fátima disse...

Olá Manuela, vou passar o domingo de Páscoa em casa da minha avó paterna e viver essas tradições que mencionaste.Boa Páscoa para ti também.Beijocas grandes.

manuel marques disse...

Pois é querida Manu,hoje em dia
infringir a tradição, também é uma tradição .

Beijo.

Maria disse...

Por mim fico pelo cabrito....
Boa Páscoa para ti!

Beijos.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Da Páscoa lembro-me do Compasso e do Padre Mário e seus acólitos, bebericando de casa em casa. Quando estava na aldeia ( que era a minha Páscoa preferida) o padre chegava o fim do dia com umas cores!!!!
Pão de Ló de Margaride? Que saudades.
Boa Páscoa para si.

Elaine Barnes disse...

Feliz Páscoa e Renascimento. Vou pegar as receitas,deu água na boca.Montão de bjs e abraços cheios de tradição rs...

Sandra Botelho disse...

Olá querida passei pra desejar doces dias pra você. Bjos achocolatados!

Nelio Jardim disse...

Ola.
Conheci este blog apenas hoje e gostei do que li.
Quero desejar uma boa Páscoa a autora deste magnifico blog, e espero a sua visita no meu.

www.portugalm.com para uma boa companhia Portuguesa.

Nelio JArdim