«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




sexta-feira, 6 de novembro de 2009

5 «PECADOS» SOCIAIS


5 pecados sociais - Ghandi



Politica sem princípios

Comercio sem moral

Riqueza sem trabalho

Educação sem carácter

Ciência sem humanidade

Prazer sem conciência

Culto sem sacrifício

8 comentários:

contador antropomórfico disse...

Um dos mais subversivos revolucionários de todos os tempos. Tenho uma profunda admiração por ele.
Bjs

Cadinho RoCo disse...

Simples e direto.
Cadinho RoCo

O Puma disse...

O despudor

no poder

a face oculta

o povo de rastos

Elaine Barnes disse...

Perfeito! Ele não veio a esse mundo por acaso né?! Grande ensinamento, principalemte a humildade, que a maioria ainda não aprendeu,mas, muita fé, esperança é a última que morre né?! Bjão e excelente final de semana

Maria Ribeiro disse...

NINGUÉM COMO ELE PARA CARACTERIZAR, DE MODO SIMPLES, A COMPLEXIDADE DA MENTIRA, DA HIPOCRISIA, DAS VAIDADES VÃS... OLHEMOS PARA O PORTUGAL QUE TEMOS! ONDE , ALGUMA VEZ, ESTIVERAM OS REVOLUCIONÁRIOS?
ABRAÇO DE LUSIBERO

ney disse...

Depois de uma independência conquistada com tanta determinação, paz, amor, sabedoria; e lutar pela união de hindus e muçulmanos, viu seu país dividido por questões religiosas (India e Paquistão), e foi assassinado por um hindu radical. Como é triste essa falta de entendimento entre os homens. Ghandi foi exemplo para a humanidade. ney.

Sonia disse...

Belo post!
Esse homem que é um exemplo de vida!
Tudo o que ele deixou escrito é de arrepiar de tanta veracidade e pé no chão!
Amei seu comentário no meu blog.
Bjsss...

Luísa disse...

Poderiamos voltar a lembrar isto aos nossos filhos, para que jamais se prevertam no que a maioria tem para oferecer...
Meandros de uma vida que, sem orientação basilar nestes prinicpio, irá degenerar numa sociedade potrificada, bolorenta e cinzenta.
Façamos nós a diferença, certo?