«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




domingo, 22 de novembro de 2009

AINDA A LER LOU ANDREAS-SALOMÉ...

DE: Lou Andreas-Salomé

Il me semble t’avoir attendu
depuis l’enfance
et mes pensées,
dans cette muette attente,
respiraient le défi et la peine.
Tu es venu, et ton pas m’a captivée,
comme vous captive un rêve.
Je t’ai vu, et l’arme m’a doucementé
chappé des mains.
Et lorsque ta voix m’a appelée
la peine et le défi s’en sont allés.
Je t’ai vu, et devant toi
ma nuque raide a plié.
Qui es-tu pour d’une telle puissance
unir mon cœur au tien?
Il me semble que plus d’une nuit
mes pleurs en rêve t’ont appelé.
Tu réveilles, je crois,un écho du pays dans mon cœur,
Je jubile et tremble,comme si j’avais contemplé Dieu.



HINO Á MORTE
No dia em que eu estiver no meu leito de morte
Faísca que se apagou -,
Acaricia ainda uma vez meus cabelos
Com tua mão bem-amada
Antes que devolvam à terra
O que deve voltar à terra,

Pousa sobre minha boca que amaste
Ainda um beijo.
Mas não esqueças: no esquife estrangeiro
Eu só repouso em aparência
Porque em ti minha vida se refugiou
E agora sou toda tua.

4 comentários:

Elaine Barnes disse...

Oi Manuela! Obrigada por visitar a vovó coruja! rs... Adorei esse poema. estou meio na correria e sem inspiração, então estou repostando o começo do blog que ninguém viu.Agradeço os elogios,nunca imaginei que as coisas que escrevia a dez, 15 anos atras agradariam e muito menos o que escrevo hoje. Para mim é uma surpresa muito grande e vocês amigos da blogosfera, são meu incentivo. Obrigada por tudo. bjão

G I L B E R T O disse...

Manuela

que coisa linda isso!

"Pousa sobre minha boca que amaste
Ainda um beijo.
Mas não esqueças: no esquife estrangeiro
Eu só repouso em aparência
Porque em ti minha vida se refugiou
E agora sou toda tua."

Fiquei absolutamente apaixonado por esta poesia!

Agradeço por ter me dado esse momento tão delicado e intenso de encantamento, minha linda amiga!

um beijo em seu coração sensivel e poético!

Sandra Botelho disse...

Nem a morte mata um amor verdadeiro!
Lindo ...
Bjos no coração!

Alexandre da Fonseca disse...

BOA TARDE!! MUITO BOM VISITAR ESTE MARAVILHOSO BLOG...GRANDE BEIJO