«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




sábado, 21 de novembro de 2009

LOU ANDREAS-SALOMÉ

Fizeram-me um desafio, para colaborar num trabalho sobre mulheres fora de série e existem aqueles nomes muito badalados. Acontece que eu fui para a cama a pensar nisso e acabei por adormecer. Acordei às 4 da manhã, o sono não vinha e voltei à minha busca mental, de repente surgiram-me dois nomes: Margarete Buber-Neumann e Lou Andreas-Salomé. Fiquei na cama a dar voltas, até que voltei a adormecer. Logo ao acordar lembrei-me da Lou e depois de ter tomado o pequeno-almoço, fui buscar o livro e com alguns intervalos, estou a passar uma rica tarde com a Lou Andreas-Salomé.


"Ouse, ouse... ouse tudo!!
Não tenha necessidade de nada!
Não tente adequar sua vida a modelos,
nem queira você mesmo ser um modelo para ninguém.
Acredite: a vida lhe dará poucos presentes.
Se você quer uma vida, aprenda ... a roubá-la!
Ouse, ouse tudo! Seja na vida o que você é, aconteça o que acontecer.
Não defenda nenhum princípio, mas algo de bem mais maravilhoso:
algo que está em nós e que queima como o fogo da vida!!"
"No mais profundo de si mesmo, o nosso ser
rebela-se em absoluto contra todos os limites.
Os limites físicos são-nos tão insuportáveis quanto
os limites do que nos é psiquicamente possível:
não fazem verdadeiramente parte de nós.
Circunscrevem-nos mais estreitamente do que desejaríamos.
Lou Andréas-Salomé

7 comentários:

Paula Raposo disse...

Concordo inteiramente.
Beijos.

Chá das Cinco disse...

Olá Manu..
Quem deu o nome a ele foi o meu falecido esposo, ele achou o Amendoim na rua do nosso sítio, estava sujo, com fome, o coitado estava pele e osso. Você acredita que o barro aderiu a pele dele, demorou semanas para sair.
Eu gosto dos animais, mas isso não me afasta dos humanos, eu também me preocupo e ajudo no que posso.
"Fazemos parte de uma só energia, o outro sou eu e eu sou o outro"


PS:Adorei o texto, ousar para conseguir o que quer sempre!
Bjs
Gemma

Austeriana disse...

Cara Manuela,
Não conhecia a obra. Gostei muito e lembrou-me uma das cenas cinematográficas que mais me impressionaram até hoje: o momento em que o protagonista do "Midnight Express" começa a caminhar ao contrário dos outros presos que circulam à volta da coluna, todos no mesmo sentido.
Em breve vou publicar um post sobre o filme e, agora, "inevitavelmente", irei fazer referência a este belíssimo texto e a este seu lugar que me permitiu conhecê-lo!
Obrigada! :)))
Um beijinho.

Pérola disse...

Boa Noite!! Um belo texto para este inicio de madrugada!! Um nome que gosto, Lou Salomé... uma mulher fora do seu tempo.

Cadinho RoCo disse...

A liberdade de sermos o que somos é pra lá de importante.
Cadinho RoCo

continuando assim... disse...

Lou Andréas-Salomé

ouse ... ouse !! ouse tudo !

gostei
:)
bj
teresa

G I L B E R T O disse...

Manuela

Possuis uma inteligencia diferente, delicada, sentimental, que não navega na superficie das coisas e sim mergulha na profundidade delas, na essência e no âmago da compreensão de tudo o que lhe cerca.

E, o que mais lhe deve ser exaltado, é a generosidade com que nos brinda com tua inteligência e sensibilidade, compartilhar é mesmo uma das mais belas qualidades humanas.

Eu admiro a sabedoria, a inteligência e a sensibilidade e todas estas, aqui contigo, as vemos em profusão.

Fiquei encantado contigo e teu blog, e acima de tudo grato por me deixares acompanhar-te nesta longa estrada bebendo e deliciando-me com tua inteligencia.

Lou Andreás Salomé ganhou mais um fã incondicional, aprendi a ama-la pelo filtro de tua sensibilidade, na bela janela de teus olhos.

Estejas bem neste domingo, minha amiga e na semana que entra ainda melhor!

Abraços deste teu novo amigo que aprendeu a te admirar!