«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




sexta-feira, 6 de novembro de 2009

ALGUMAS FOTOGRAFIAS DA VISITA

A Cadeia de Relação foi construída fora dos muros da cidade, no Campo do Olival , onde tinha existido uma judiaria, banida por D. Manuel I. Esta placa faz alusão aos judeus.

Fonte incrustada na Cadeia de Relação. A importância das fontes na cidade eram de primordial importância, no fornecimento à população de água.


Interior da prisão e varandim que era aberto para o padre rezar a missa, a que os presos assistiam dentro das suas enxovias.


A cela onde esteve Camilo
Interior da cela.
A paisagem que Camilo podia apreciar da sua cela, destacando-se a Sé Catedral.

3 comentários:

G I L B E R T O disse...

Manuela

Maravilhosas estas fotos...

Parabéns pelo interesse e, sobretudo, por dividires com a gente!

Esteja bem neste final de semana, minha amiga, e em todos os demais!

Graça Pereira disse...

Gostei desta página de História da história da cidade do Porto... Passamos tantas vezes por estas maravilhas e nem ligamos... andamos absorvidos com outras coisas...
Ainda bem que há alguem que nos entra pela casa dentro a mostrar-nos estes tesouros...
Bem-haja!
Um beijo
Graça

Maria Ribeiro disse...

MANUELA: não conhecia a CADEIA DA RELAÇÃO DO PORTO, senão do livro de Camilo...
OBRIGADA PELA AULA DE HISTÓRIA, amiga.
BJS DE LUSIBERO