«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




quinta-feira, 22 de abril de 2010

PROJECTOS INTERESSANTES!...

1 - CANTAR CONTRA A SOLIDÃO
Sem-abrigo formam a orquestra, Som da Rua, que vai fazer parte do espectáculo Sonópolis, da Casa da Música
Não têm casa, trabalho, apoio familiar. Amor, carinho e companhia. Acumula-se a esses problemas complicações psíquicas devidas a patologias ou ao consumo de substâncias psicoactivas. Encontram-se felizes neste colectivo.
Tudo isto nasceu por iniciativa do serviço Educativo da Casa da Música, em estreita colaboração com as instituições de apoio social: SAOM, Centro Social da Vitória, Associação de Albergues Nocturnos e Clínica do Outeiro. Os organizadores consideram que isto lhes dá entusiasmo e valorização, que é aquilo que eles mais precisam.


2 – PROJECTO ORQUESTRA GERAÇÃO (Escola Miguel Torga - Amadora)
Projecto de intervenção social integrado num programa mais abrangente - Geração Oportunidades -, que usa a música como uma ferramenta para fixar as crianças na escola e desse modo combater o abandono escolar precoce. Projecto importado da Venezuela, tendo à frente o maestro Juan Carlos Maggiorani e que foi apoiado pela Câmara Municipal da Amadora, Fundação Calouste Gulbenkian e Escola de Música do Conservatório Nacional
Este projecto contempla miúdos do bairro, O Casal da Boba, marcado pela exclusão social, sendo a maioria dos seus habitantes cabo-verdianos. Neste bairro prolifera o desemprego ou salários baixos e situações de ilegalidade, por falta de documentação e todos os outros problemas conhecidos.
Os miúdos sabem tocar Bach, Elgar, Schumann, Schubert, Mozart…Já tocaram para grandes audiências, em importantes salas de espectáculo, no país e no estrangeiro. A Rainha da Jordânia, em deslocação oficial a Portugal, foi de propósito à escola ouvi-los. A música dá-lhes auto-estima e um sentimento de dignidade e orgulho

2 comentários:

Cris França disse...

O mundo ainda tem jeito, eu sinto esperança quando vejo coisas assim acontecendo.

Ainda que seja uma gota no oceano, o oceano seria menor sem ela.

Se cada um viver em doação só um pouquinho.
Se puder ensinar aquilo que sabe
Se abrir o coração.
A gente tem poder de transformar o mundo...

Um lindo texto pra retomar a semana

Um beijo grande Manu, obrigada por esse momento

Maria Josefa Paias disse...

.
Olá Manuela,

Já vi duas vezes na RTP2 o documentário sobre o que se fez na Venezuela neste campo, e que você refere. Um caso exemplar, magnífico e de que gostei muito, e é muito bom saber que o caminho também está a ser trilhado entre nós:))

Beijinho.