«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




quinta-feira, 8 de abril de 2010

TRAGÉDIA NO BRASIL!...


Temporal mais mortífero do ano - Rio de Janeiro ainda corre risco de derrocadas. Há dezenas de desaparecidos entre os escombros.

O temporal que atingiu o Rio de Janeiro, esta semana, provocou mais mortes do que qualquer outro no Mundo, este ano. As autoridades confirmam 113 mortos (já vai em 138). Agora, procura-se dezenas de desaparecidos e há milhares de pessoas desalojadas.
Depois da enchente que, no passado mês de Janeiro, causou 74 vítimas mortais, o Estado do Rio de Janeiro procura, uma vez mais, recompor-se de uma nova tragédia. A pior inundação do ano, em todo o Mundo, garante o centro de Pesquisas de Epidemologia dos Desastres. A quarta mais letal do planeta, no espaço de um ano.
No terreno, centenas de profissionais da Protecção Civil, corporações de bombeiros e civis procuram desaparecidos entre os escombros deixados pelas derrocadas. Só no Rio, há cerca de 40 pessoas por encontrar.
Muitos dos sobreviventes, perderam as suas casas. Há milhares de desalojados para acolher. Por agora, escolas e igrejas têm funcionado como abrigos. Os total dos danos causados em todo o Estado já foi avaliado: cerca de 150 milhões de euros.
Entretanto, a previsão de mais chuva levou o presidente Lula da Silva a reforçar o apelo à população, para abandonar zonas de risco. Todas as encostas e morros do Estado correm risco de derrocada. Por sua vez, o autarca do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, voltou a pedir aos moradores das zonas mais seguras para evitarem sair de casa e deslocar-se na cidade. Pelo segundo dia consecutivo, as escolas estiveram encerradas.
As causas da tragédia - O Instituto Nacional de Meteorologia do Brasil afirma que, desde segunda-feira, choveu mais no Rio do que nos últimos 48 anos.
É um fenómeno "anormal", referem os meteorologistas ouvidos pelo "Globo". Alguns peritos consideram mesmo que as fortes chuvas devem-se ao aumento da temperatura do planeta e a uma frente fria que atravessa a região. Contudo, para o governador do Estado, Sérgio Cabral, a "grande causa" das mortes é a ocupação ilegal por parte da população. "A maioria das vítimas do temporal estava em áreas de risco", disse à "Globo News".
Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, e de acordo com dados do ano passado, é nos países mais pobres que as catástrofes naturais causam mais mortos, apesar de apenas 11% das pessoas expostas a esse risco viver nesses países. No caso do Rio de Janeiro, a maioria das vítimas vivia em morros sobrepovoados e em casas frágeis.
Entretanto, o secretário de Conservação do Rio, Carlos Osório, assegurou que a cidade estará preparada para ser a capital da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos.
(QUE IRONIA FALAR DISTO NESTE MOMENTO, QUANDO TANTA GENTE ESTÁ A SOFRER PELAS GRANDES PERDAS QUE TEVE!)
JN DIGITAL -PORTO
TRANSCREVO ESTA NOTÍCIA, COM O OBJECTIVO DE DIZER QUE TENHO CONHECIMENTO DA DIMENSÃO DA TRAGÉDIA E QUE ME PENALIZA O CAOS QUE MUITOS ESTÃO A VIVER. A MINHA PLENA SOLIDARIEDADE.

15 comentários:

Memória de Elefante disse...

Cada vez mais a natureza se rebela contra a mão do homem que não a preserva.
Uma calamidade que assola a nossa cidade maravilhosa!

Um beijo

Maria disse...

É impossível não deixar de estar solidário.

Um beijo

Junia Ansaloni disse...

Parabèns pela sensibilidade !!! Qto ao post là no blog, nem me fale em engordar, eu sò provo, pq se eu comer tambèm engordo muitooo, Bjim

manuel marques disse...

O meu abraço solidário par o povo Brasileiro.

Beijo.

efeitoseconceitos disse...

Uma tragédia de grandes proporções, essa que está acontecendo no Rio de Janeiro
Lamentável
Beijos verdes e amarelos
Yoyo

manuel afonso disse...

Só nos resta expressar a nossa solidariedade para os sofredores e, já têm sido tantos este ano que até parece que os deuses enraiveceram e estão a lançar a sua ira sobre os homens.

Maria Teresa disse...

Manuela:
Agradeço pelos brasileiros sua mensagem terna de solidariedade. A cidade que tem o Cristo de braços abertos está desolada, mas sem dúvida que com fuidos positivos como o seu, estará pronta para recompor-se; afinal, não é à toa que é conhecida como "Cidade Maravilhosa".
Beijos,
MTeresa

Glorinha L de Lion disse...

Ai Manu, está triste demais! As chuvas continuam, não tão fortes, mas as pessoas que perderam tudo, seus pertences, seus lares, seus entes queridos...o que nos resta fazer a não ser chorar por elas?
Estou muito triste mesmo...e ainda fiquei sem internet até inda agora...mas te agradeço o cuidado e preocupação comigo, querida e amada amiga!
Beijinhos.

Elaine Barnes disse...

Estamos todos tristes com a tragédia que ainda se faz. Nem dá pra pensar em copa mesmo. Montão de bjs e abraços

efeitoseconceitos disse...

Oi Manú,
Tem mais um selinho para você enfeitar seu lindo espaço.Passa lá no meu blog para pegar.
Beijos
Yoyo

Pelos caminhos da vida. disse...

A natureza cobra e muito caro infelismente.

Chocou o mundo esta enchente.

Que Deus os ilumine e os abençõe.

Fim de semana de luz.

beijooo.

Barbie Girl disse...

Minha querida

Venho agradecer sua solidariedade pelo nosso povo e seu carinho lá no meu cantinho!

Ore por nós...

beijos e bom fim de semana

Cris França disse...

Manu,

não moro no Rio, mas me junto a ti nessa expressão de solidariedade. Um beijo

Graça Pereira disse...

Haverá sempre destas ironias enquanto o mundo fôr mundo! De um lado, choram, de outro, florescem sorrisos. Devemos chorar com que os que estão de luto e alegrarmo-nos com os que sorriem.
A minha solidariedade para com a cidade Maravilhosa.
Que o Senhor abênçoe todos aqueles que ficaram sem família e sem os seus bens. Que do alto do Corcovado, Ele não se esqueça de ser generoso com este povo que, a seus pés, está sofrendo.
Um beijo para ti e bom fds
Graça

Anna D'Castro disse...

Oi Manuela, vim agradecer o teu comentário depois de ter publicado um poema ao Caos do Rio no grande tragédia do dia 6, que eu vivi de perto, infelizmente.
Não dá pra\descrever o horror que foi a semana a seguir à Páscoa... desde esse domingo à noite que começou a chover e durante 5 dias initerruptos não parou... quase todos nós ficámos ilhados nas nossas casas, fosse qual fosse a zona do Rio em que morássemos... foi aterrorizante... perder amigos, cinhecidos, vizinhos e desconhecidos todo o mundo chora não há como não se emocionar com toda e qualquer situação.
Estou muito triste mas a natureza está coberta de razão, porque o homem só sabe agredi-la.
bjs pra todos que se solidarizam com a nossa cidade maravilhosa, tão tragicamente destruida.
Anna

Rio