«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




quinta-feira, 22 de outubro de 2009

COMO VAMOS POR CÁ?

1 – A polémica Maité Proença, vai-se atenuando e o caso Saramago tem sido especulado ao pormenor, bom «marketing» para «Caim», mas já está a tornar-se saturante.

(NÃO PERCAM ESTE FILME, NUMA SALA PERTO DE SI...)

2 - Depois da fantochada festiva das campanhas eleitorais, no meu ponto de vista onerosas e desnecessárias, caiu-se no real e os media, abrem a porta à realidade, a grande dívida externa do país! Desfilam os economistas projectando cenários tenebrosos e traçando medidas para o Orçamento de Estado, por outro lado as associações empresariais vão revelando a sua não disposição a melhorias na contratação social, blá…blá…o costume!..

3 – O novo Governo, há-de surgir, mas para já está no segredo dos deuses, depois de Sócrates, segundo algumas opiniões, ter convidado os líderes dos outros partidos, do PCP ao PP e ter-lhes dito: Não querem fazer uma coligação comigo, pois não?


4 – Marcelo Rebelo de Sousa, no programa os Gatos Fedorentos, denunciou abertamente que a RTP está a diminuir o seu tempo de antena, devido à incomodidade das suas conversas, isto quando a entrevista derivou para o poder dos jornalistas e comentadores. (Num «ranking» de liberdade de expressão, Portugal desceu de lugar). Não tendo pretensões a ver mais longe, até porque Marcelo tem muito de imprevisível, tenho a suspeita que possa ter pretensões.
Fiz a minha reflexão, relativamente às declarações de Marcelo sobre a sua intervenção como comentarista e, pode ser que Marcelo não esteja interessado em continuar a ter essa posição, que lhe exige neutralidade, para «malhar» nuns e noutros ou mais nuns que noutros. Também relativamente ao seu partido, depois de ter lançado um repto de unidade dentro do partido, que não foi aceite, comunicou que não iria estar presente na Reunião do Conselho Nacional do partido (a que chamou «ringue»…nota-se que ele deve estar com um grande desejo de vir a liderar o PSD.
Eu que até nem gosto de «politiquices», acabo por ir acompanhando os seus «zigs-zags»….

[AQUI NO MEU BLOG HÁ LIBERDADE DE EXPRESSÃO, PODEM DIZER OK OU KO]

3 comentários:

Carlos Albuquerque disse...

Não sei se isto é um OK, ou um KO.
Aqui vai.
Marcelo Rebelo de Sousa é, intelectualmente, um homem brilhante,culto, inteligente e de raciocínio aguçado. Ponto final!
Como político é (em minha opinião) um ploff, um bluff.
As suas lideranças políticas e as eleições a que concorreu foram sempre um fracasso. Ao ao longo da sua carreira política ainda Sócrates não andava por aí a "asfixiar".
Meteu-se pelo comentário político, classificando gente de quem falava. Da TVI foi o seu próprio partido que o mandou embora, como, presumo, todos se lembram. A RTP abriu-lhe a porta, concedendo-lhe meia hora semanal para as suas diatribes. Muitos gostaram e gostam de o ouvir. Mas muitos mais não o têm politicamente em conta, especialmente no seu partido, como ele próprio revelou aos Gatos.
A dada altura a RTP reduziu-lhe o espaço para os 10 ou 12 minutos actuais. Podia ter dito basta e batido com a porta. Não o fez.Aceitou. O Prof. gosta mesmo de ser ver ao espelho, de se ouvir a si róprio, mas isso é lá com ele. Mas, que diabo, valha-me Deus, como diria o outro, porque fez ele queixinhas aos Gatos insinunado que Sócrates o está a asfixiar? Porque está ele a vitimizar-se?
Quem está querer ver-se livre dele (politicamente) é o PSD que mandou às urtigas a proposta de convergência apresentada. O Prof. sentiu-se, deu-lhe a birra, não pôs hoje os pés no Conselho Nacional do seu partido! Não tarda aparecerá por aí a dizer que a culpa é de Sócrates.
As insinuações à RTP, nos Gatos, pareceram-me assim uma espécie de prece: não acabem com o meu programinha, por favor, senão fico sem nada.
No meio de tudo isto, não é nunca de excluir (pelo contrário, há alguns indícios) que venha a tentar pregar uma "rasteira" a Cavaco Silva, perfilando-se na corrida a Belém. Ele pondera e diz que vai continuar a ponderar...
Mesmo ao Prof. há que dizer:
- Haja decoro!
BJS e um abraço

Manuela Freitas disse...

Carlos obrigada pela sua intervenção. Para mim, está OK (isto do OK ou KO, é uma brincadeira). Gosto que as pesssoas fundamentalmente expressem as suas ideias.
Bjs e um grande abraço,
Manuela

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Hoje fico-me pelo OK, porque já fiquei muitas vezes KO e preciso de variar!