«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




segunda-feira, 26 de outubro de 2009

CONVENTO DO MONCHIQUE - PORTO

Ao ler no JN, uma notícia sobre o projecto, que está delineado para o espaço, onde se encontram as ruínas do Convento do Monchique, (mais um hotel), fui pesquisar e, o que passo para aqui, é quase sempre o resultado das minhas leituras e de outras coisas, que vão chegando até mim. Além disso sou muito interessada, em tudo que se refere ao Porto, o seu passado e o seu presente. Não é uma questão de «bairrismo», o meu país é Portugal e muito me apraz também visitar outros países.
--------------------------------------------------------------------------
O Convento do Monchique, contrariamente a outros que foram fundados por iniciativa régia ou religiosa, foi criado por iniciativa particular. Um abastado fidalgo e a sua mulher, não tendo descendentes, decidiram dar as suas propriedades e rendas às monjas franciscanas. Apesar da ruína em que se encontra ainda é visível o busto do Papa que concedeu em 1535 a bula de autorização do convento, enquadrado pelos bustos dos fundadores.
Este convento tornou-se muito conhecido por todo o país, quando Camilo Castelo Branco escreveu o seu romance, «Amor da Perdição» e escolheu aquele convento, para cenário do trágico final, do romântico enredo da sua obra.
Antes, em 1555 o Convento já tinha sido palco de outra aventura de amor. Esta história foi encontrada pelo Prof. Dr. Amândio de Azevedo num documento, na Torre do Tombo. O documento é uma carta do juiz de fora da cidade a El Rei, informando-o de que a abadessa o procurara para apresentar queixa sobre o furto de roupa de linho e de que durante a noite andavam batéis pelo rio junto à cerca e pessoas pretendiam entrar para dentro do convento. O juiz comunicava que tinha feito averiguações, mas sobre a roupa desaparecida nada tinha sido descoberto, relativamente aos batéis, achara o culpado. Tratava-se de um cirurgião, solteiro, o qual foi preso por escrever cartas de amor e fazer serenatas, a uma moça que estava no mosteiro, para ser freira e desinquietava o convento e as freiras, chamando algumas pelo seu nome. O juiz desconfiava que esse indivíduo já teria entrado no convento. O juiz pedia ao rei em nome da abadessa, para que interviesse rapidamente e castigasse o delinquente, para que o mesmo não fosse a julgamento. A abadessa queria evitar difamações sobre o convento e a sua pessoa e evitar que o preso no julgamento pudesse contar coisas que não interessavam, nem à «virtuosa abadessa», nem ao tão «religioso mosteiro».




AMOR DE PERDIÇÃO - É uma novela ultra-romântica que ocorre em 1862, tem intertextualidade com Romeu e Julieta. Um fim trágico para uma história de amor, que começou marcada pelo ódio entre duas famílias nobres portuguesas. O autor fixou no Romantismo a forma de fazer novelas, de fácil consumo*, as suas temáticas eram: o terror, sátira, história e paixão. Amor de Perdição deu-lhe reconhecimento. É a história de um herói, uma alusão ao seu tio paterno de quem ouvira tantas histórias. Apresenta como subtítulo “Memórias de uma família”, relato biográfico da história da família Correia Botelho e todos os citados na obra são da família do autor. Simão António Botelho, é o herói romântico natural de Lisboa, 1784, Teresa e Mariana formam a tríade da “Religião do Amor”, como o diz o próprio autor. Um amor que converte. Que aniquila a razão, que liberta, que salva, que leva à perdição. Que provoca alegria e tristeza, que redime, que produz sofrimento, que gera mártires. Assim é «Amor de Perdição», simplesmente uma novela de amor, de sofrimento e de ironias. Um clássico da literatura portuguesa que li há uns anos e da sua leitura o que mais apreciei, foi um capítulo em que o escritor faz uma contundente crítica à Igreja.

*A vida pessoal de Camilo, dava um grande romance, devido aos seus casos de amor, principalmente ao seu romance com Ana Plácido, que sendo casada, motivou a prisão dos mesmos, por adultério. Camilo necessitava de escrever para subsistir. Visitei a sua casa em S. Miguel de Seide e senti o «arrepio» da sua presença! A visita pormenoriza aspectos da sua vida, o local onde se suicidou, a árvore do seu filho demente, a grande problematica que teve em relação aos filhos, a presença de Ana Plácida...Extrordinário!..Só encontro paralelo com outra visita que fiz à casa de Teixeira de Pascoaes.


11 comentários:

ney disse...

Muito nos enriquece a boa leitura, entendendo nossas idendidades, ultrapassando fronteiras, fazendo-nos mais sensíveis, integrados e humanos. Na minha juventude vivíamos a liberdade das ruas, mas os grandes romances também faziam parte da nossa aventura da vida, e lá estava Camilo Castelo Branco. Com eles aprendíamos, crescíamos, trocávamos idéias, música e cinema viviam um grande apogeu, e profundas transformações aconteceram pelo mundo. E que tudo possa ser feito pela preservação da cultura, que possamos corrigir caminhos, torná-los melhores, e todos possam viver a liberdade e o entendimento. ney.

Paula Raposo disse...

Obrigada pela partilha! Muitos beijos.

Elaine Barnes disse...

Obrigada por essas informações. è bom demais conhecer esses escritores tão importantes. Eu qdo jovem adorava ler romances.
Voc~e ter visitado a casa dele...Imagino a emoção. Obrigada mesmo pela cultura que passa aqui. bjão

Sissym disse...

Uau... que viagem. Aliás, o valor cultural do país é enorme e sempre temos mais a aprender!

Anónimo disse...

Hi everybody! I do not know where to start but hope this site will be useful for me.
Hope to receive any help from you if I will have some quesitons.
Thanks and good luck everyone! ;)

Anónimo disse...

Witam doszedlem do wniosku ze ta strona jest najlepsza jezeli chodzi o [url=http://studencki-kredyt.pl]kredyt studencki[/url].

Anónimo disse...

Jaka jest najlepsza stronka po polsku o kredycie sms? Szukam mozliwie jak najszybciej chwilowki albo pozyczki sms.

Znalazlem ta strone, jest ona najlepsza [url=http://studencki-kredyt.pl/kredyt-sms.html]kredyt sms[/url].

Licze na to ze ci to pomoglo, pozdrawiam z Polski.

Anónimo disse...

Exceptional site!

Nearly everyone needs to have insurance at one time or another, whether it is
auto insurance, life insurance, health insurance, or homeowners insurance.
These days it is easier than ever to acquire free insurance quotes from various
companies in order to find the optimal deal. You can also determine how to preserve
a lot of money in free gas when you acquire your insurance price quotations.

[url=http://freeinsurancequoteshq.com]Insurance price quotes[/url]
http://freeinsurancequoteshq.com

[url=http://www.idea2result.com/]Appointment Setting[/url]

http://familytreesoftware.org/family-history-software/

Anónimo disse...

[URL=http://johpetrikson.110mb.com/][IMG]http://img85.imageshack.us/img85/1757/pic11dq.th.jpg[/IMG][/URL]
[url=http://johpetrikson.110mb.com/]Down load now![/url]

Jorge Portojo disse...

Minha amiga
Talvez,sugestão minha, fosse de informar também que o Convento foi construído sobre um cemitério judaico.
Cumprimentos
Jorge Teixeira

Anónimo disse...

Create expressive cloak graphics in the service of virtually any device instantly with Adobe Fireworks CS5 software. Set up websites, purchaser interfaces, or rich media applications using both vector and bitmap tools. Meaning assets from Adobe Photoshop or Illustrator software and export to HTML and CSS, Adobe Outbreak Catalyst software, or the Adobe STYLE runtime. Optimize incontrovertible figurativeness with the persistence's supreme screen graphics software.
baselinesoft.com/software/adobe-fireworks-cs5.html