«Através da violência pode matar um assassino, mas não o assassinato.

Através da violência pode matar um mentiroso, mas não a mentira.

Através da violência pode matar uma pessoa odiosa, mas não o ódio.

A ESCURIDÃO NÃO PODE EXTINGUIR A ESCURIDÃO. SÓ A LUZ O PODE FAZER.»

MARTIN LUTHER KING




sábado, 24 de outubro de 2009

PEDOFILIA

Ontem estive a ver um filme, intitulado O CONDENADO, realizado por, Nicole Kassel e com uma boa interpretação de Kevin Bacon. Um filme do cinema alternativo americano, aquele género de filmes, que passam sem grande «marketing» e que muita gente não vê.
Trata-se de uma história de pedofilia. Kevin Bacon, interpreta Walter, que sai da prisão, onde esteve preso 12 anos por molestar meninas. Walter sai, mas é vigiado pela polícia e tem que ir de tempos a tempos a um psicólogo. Pelas conversas do psicólogo, o que sem vem a deduzir é que Walter, desde criança sentia pela irmã sentimentos libidinosos, apesar de dizer que nunca lhe tinha tocado, gostava de lhe acariciar os cabelos, daí para a frente as miúdas excitavam-no.
Walter cá fora encontrou um mundo inóspito, a família e amigos não lhe falavam, só conseguiu emprego através de um conhecido e sentiu também dificuldade para arranjar casa, a única que arranjou, situava-se em frente a uma escola. No emprego, os colegas acabaram por saber da sua vida, foi gozado e sofreu mesmo uma tareia, tendo apenas o apoio de uma colega, com quem depois vem a ter um romance.
Walter, tem um desafio, conseguir estar à beira de uma miúda, sem sentir nada. Todos os dias sai do autocarro à porta da escola, em casa observa os miúdos a brincar, no autocarro conhece uma miúda que o atrai e, estas coisas vão ter consequências.
Segue por duas vezes essa miúda e fala com ela num parque. No segundo encontro, Walter mostra um propósito de criar intimidade, mas isso serve para a miúda contar, algo sobre o seu relacionamento com o pai, que abusa dela, claro! Walter despede-se revoltado consigo próprio, isso talvez seja uma motivação, nas suas observações na janela, para ir apreciando um homem que aborda rapazes muito pequenos, o que vai provocar em Walter uma revolta, dando-lhe uma grande tareia.
Walter, decide mais tarde ir viver com a colega e as imagens finais do filme, são um encontro de Walter com a irmã, que não lhe perdoa, nem lhe permite conhecer a sobrinha
Este filme, dá para pensar em toda a problemática, do repugnante crime que é a pedofilia. Será doença? Será que esta doença tem cura? Como é criminalizada a pedofilia em família? Em grande parte dos casos não é, claro!...Não será pior, a pedofilia em família, que outra que possa acontecer eventualmente? É de facto um filme que me deixou muitas interrogações, depois de ser confrontada com a vida de um homem que foi marcada por crimes repugnantes, que tem todo o mundo contra si, que só deseja ultrapassar tudo e estar com uma criança sem nada sentir.
O filme, embora possa deixar no fim, uma mudança de vida de Walter, também não descarta a hipótese de possíveis recaídas.


Acabo de ver o filme, pego numa revista e então o que leio:
Catalunha adopta a castração
Catalunha é a 1ª. Comunidade autónoma, de Espanha, que adopta a castração química, para delitos sexuais, que sejam reincidentes, estando presentemente 10 violadores e pedófilos, a submeter-se ao tratamento.
Esta é sempre uma questão discutível, quando se é reincidente, talvez não seja possível qualquer cura, se cura pode haver… muitas pessoas aprovam tais medidas, embora a nível governamental não seja uma questão pacífica.
Lembro que em Portugal, continua e, já passaram 5 anos, o julgamento do chamado «Caso de pedofilia da casa Pia», onde estão nomes muito conhecidos da sociedade portuguesa. Muitas pessoas perguntam, mas será que vai haver sentença? Neste país onde os processos prescrevem ao fim de X anos, até é bem possível que não!...

7 comentários:

Nes disse...

Hola manuela,e a primeira vez que che leo, gustoume moito o tema de que escribes, a miña opinion e que para os pederastas e violadores non hay cura, ainda que soe moi forte, a unica solución que vexo e a castración quimica, unha aperta.

Sonia disse...

Afff...!!!
Aqui no Brasil não é muito diferente não!
Um absurdo!
Até essa palavra me entristece!
Imagina o ato e sem punição?
Bjsss...e amei teu comentário!

Elaine Barnes disse...

Creio que a pedofilia seja um distúrbio de personalidade. Ninguém normal faria algo assim. Considero doença sem cura. Apoiaria sim a castração química e não libertaria para uma vida na sociedade.Existem outras formas de molestar uma criança. bjs amiga

G I L B E R T O disse...

Manuela

Interessante essa medida da Catalunha!

Acredite, tenho alguma experiência com esses delinquentes, esses monstros que molestam crianças e, não há duvidas, essa gente não tem cura. Quem fez uma vez, não importa quando, farão de novo!

Tem-se que, realmente, a sociedade atentar com muito cuidado para estes crimes, combate-los e puni-los com veemencia!

Abraços, seu blog sempre muito inteligente!

Tenha um domingo maravilhoso!

Deixa te contar uma coisa! eu sou brasileiro mas meu pai é português, tenho o prazer e a honra de ter sangue luso nas veias! De alguma forma, ou em várias delas, minha amiga, somos irmãos!

Esteja sempre, nesta noite e em todas as demais!

Ana Paula disse...

Olá, Manuela :)

Por encontrar aqui sempre coisas interessantes, ficou no Catharsis um prémio para o Light.

Com um abraço.

Sylvia disse...

Interessante este seu post. Temos tantas notícias de pedófilos e de absurdos dessa natureza. Às vezes, fico pensando o que leva a esse distúrbio de comportamento. E, não consigo atinar... E, mais uma vez vejo que os humanos fazem isso. Mas, nunca vimos este desvio de comportamento nos animais...

Enfim, gostei muito do post. E, vou procurar este filme para alugar.

Bjs

Carlos Albuquerque disse...

A pedofilia e o incesto.
Desde sempre marcas negras sobre a Humanidade. Continuamos a sentir esses ferretes em brasa que nos violentam a consciência, atormentam e angustiam.
Não sei se um dia de tal nos veremos livres. Poderemos ir atenuando com a denúncia de quem tais crimes pratica. Já é um contributo.
Caso Casa Pia. Tenho muitas dúvidas que a justiça se faça...
Catalunha. Medida discutível, mas tendo a estar de acordo com ela.
A pedofilia é um crime hediondo.
BJS